Menu
Europa

O que fazer em Madrid? 25 Pontos Turísticos de Madrid, Espanha

Atualizado em: 24 de junho de 2020

Madrid é uma das mais charmosas e vibrantes cidades da Europa. A bela arquitetura dos edifícios, os monumentos icônicos e museus excelentes fazem parte de qualquer roteiro sobre o que fazer em Madrid.

Por causa da grande beleza arquitetônica, Madrid se tornou uma das nossas cidades preferidas. O clima ótimo deixa tudo ainda mais bonito, isso porque estivemos por lá em abril.

Neste artigo apresentamos nossas melhores dicas sobre os pontos turísticos de Madrid e outras informações para você montar seu roteiro de viagem personalizado.

Com o índice abaixo, você pode ir para seção que mais te interessa.

  1. O que fazer em Madrid? Principais Pontos Turísticos de Madrid;
  2. Passeios a partir de Madrid;
  3. O que fazer em Madrid com chuva?
  4. Atrações grátis em Madrid;
  5. Mapa com pontos turísticos de Madrid.

Depois leia também nosso artigo completão sobre os melhores bairros para se hospedar em Madrid, inclusive com sugestões de hotéis baratos!

O que fazer em Madrid, Espanha? Principais Pontos Turísticos de Madrid

Plaza Mayor de Madrid

O que fazer em Madrid? 25 Pontos Turísticos de Madrid, Espanha
Plaza Mayor

A arquitetura de Madrid é um dos destaques do turismo na cidade. Os prédios exuberantes, as plazas sempre muito movimentadas e os grandes boulevards rendem belas fotos e encantam os visitantes.

A Plaza Mayor é a praça mais importante de Madrid. Todos os turistas dão uma passadinha por lá. Quem tem o orçamento mais folgado até vai aos cafés e restaurantes, que são bem caros devido à localização privilegiada.

O mais impressionante da Plaza Mayor é a sua arquitetura, com tamanho gigantesco e está cercada por edifícios de três andares.

Para entrar na Plaza Mayor só através dos pórticos. Já ao centro, há a estátua de Felipe III, que mandou construir o local no século XVII.

Durante todos esses séculos, a Plaza Mayor já foi palco de corrida de touros, festas populares e até de execuções da Inquisição. Assim, pela Plaza Mayor passa o Tour Inquisição Espanhola, cheio de história, ideal para quem deseja conhecer o lado sombrio da capital.

Se você procura um tour mais tranquilo que inclua o centro de Madrid, o City Tour de bicicleta é o melhor, incluindo diferentes áreas da cidade.

Outras praças de Madrid

O que fazer em Madrid? 25 Pontos Turísticos de Madrid, Espanha
Palácio de Cibeles

Apesar da Plaza Mayor ser a mais icônica, Madrid tem abundância de praças que você merece conhecer.

A Plaza de Cibeles é outro cartão-postal da capital, muito em função da beleza impressionante do Palácio de Cibeles.

Ao redor da Plaza de Cibeles, que funciona como uma rótula, há vários prédios bonitos. Sem dúvida, o que fazer em Madrid passa por fotografar essa região.

Por essa razão, a Plaza de Cibeles é uma parada do passeio turístico em ônibus Hop-On Hop-Off.

Já a Plaza de la Villa é uma praça pequena, porém muito histórica, com prédios do século XVI. Vale dar uma passadinha por lá, já que é facilmente acessível para quem está turistando no centro.

Para curtir a noite, vale a pena ir à Plaza Santa Ana, cercada por restaurantes e bares e sempre animada com a presença dos próprios moradores do Barrio de Las Letras, local onde residiram muitos escritores de renome internacional.

A Plaza de España é outra praça famosa na cidade e que costuma receber eventos, como feiras com livros. No centro do local fica o Monumento a Cervantes, com estátuas de Don Quixote e Sancho Pança.

Gran Vía. Fonte: Pixabay
Gran Vía. Fonte: Pixabay

Além das praças, há outros monumentos que se tornaram pontos turísticos de Madrid e que também servem como pontos de referência para você se localizar durante suas caminhadas.

A Puerta del Sol é um desses locais históricos, sempre muito lotada de turistas e moradores. A praça fica no meio de várias ruas movimentadas. Lá fica o Prédio dos Correios e o seu belo relógio.

Próximo à Puerta del Sol fica La Gran Vía, uma das principais avenidas da cidade, ligando a Plaza de España a Calle de Alcalá.

Vale a pena caminhar pela Gran Vía e apreciar os belos edifícios históricos, como el Metrópolis, el Edificio de Telefónica, el Casino, el Edificio Capitol (cine Callao).

Caminhando pela Gran Vía e por sua continuação, a Calle de Alcalá, você chegará a Puerta de Alcalá, a antiga entrada de Madrid, construída entre 1769 e 1778 por ordem do Rei Carlos III.

Ao sul da Puerta de Alcalá fica a avenida Passeo del Prado, onde estão importantes museus, e ao norte o sofisticado bairro de Salamanca.

Palácio Real de Madrid

Palácio Real de Madrid com o pôr do sol da primavera
Palácio Real de Madrid com o pôr do sol da primavera

O Palácio Real é a construção mais grandiosa da cidade e uma das atrações imperdíveis sobre o que fazer em Madrid.

Também conhecido como Palácio do Oriente, o início de sua construção é de meados do século XVIII, exatamente no local do antigo Alcázar dos mouros.

O Palácio Real chama a atenção não só pelo tamanho, mas também pela decoração interna, fruto da ambição do Rei Carlos III.

Foram contratados pintores estrangeiros para deixar a residência luxuosa, o que você notará em cada sala que visitar. Muitas modificações ocorreram no século XIX, por isso o estilo neoclássico é o mais presente.

Durante a visita, a coleção de pinturas, a coroa real e os violinos com mais de 300 anos chamaram a nossa atenção, assim como uma igreja interna forrada de ouro.

Nem sempre os visitantes se dão conta da entrada à Real Armería (está no mapa no final do post), um museu repleto de armas e armaduras com mais de 500 anos.

Se o dia estiver com sol, vale a pena estender o passeio os Jardins de Sabatini e apreciar o gigantesco Campo del Moro.

Os Jardins de Sabatini tem o estilo neoclássico, super simétrico e arrumadinho, sendo muito bonito e rendendo belas fotos.

Por falar em Palácio Real, uma das atrações de Madrid que muitos viajantes querem presenciar é a troca de guarda.

A troca de guarda no Palácio Real ocorre poucas vezes, apenas na primeira quarta-feira do mês às 12h, menos em janeiro, agosto e setembro.

Por sorte conseguimos ver o evento, porém não nos surpreendeu.

Como visitar o Palácio Real de Madrid de graça?

Para visitar o Palácio Real, o ingresso adulto varia entre € 11 a 13, dependendo da época do ano. Porém, visitantes latino-americanos podem entrar de graça.

De segunda a quinta das 17h às 19h (com variações durante o ano), os turistas brasileiros podem acessar o Palácio Real sem pagar nada, mas é necessário levar o passaporte para confirmar a nacionalidade.

Site oficial das visitas ao Palácio Real de Madrid.

Caso você seja um grande fã da monarquia espanhola, vale a pena fazer o tour guiado sem fila, mas nesse caso o valor de entrada ao Palácio está incluso no tour.

Catedral de la Almudena

O que fazer em Madrid? 25 Pontos Turísticos de Madrid, Espanha
Catedral de la Almudena

Próximo ao Palácio Real está uma das igrejas que mais gostei em Madrid, a Catedral de la Almudena.

A Catedral é muito bela, com sua grandiosidade sendo dada pelas várias colunas, vitrais e altura que possui. Esses detalhes fazem parte do estilo neogótico do interior. Já no exterior, o estilo é neoclássico.

Vale destacar que a Catedral data de 1993, super recente, porém muito marcante.

Para visitar o local basta estar adequadamente trajado. A entrada é o donativo de um euro, que não é obrigatório.

Aliás, a Catedral está sempre aberta, todos os dias mesmo. Então, não dá para deixá-la de fora sobre o que fazer em Madrid.

Além da Catedral de la Almudena, recomendamos a visita as igrejas de San Antonio de los Alemanes, com afrescos espalhados por toda a parte interna da construção, e de San Jerónimo el Real, conhecida como Los Jerónimos, tendo estilo gótico e vários afrescos e esculturas.

Melhores museus de Madrid

Guernica no Museu Reina Sofía. Fonte: Flickr
Guernica no Museu Reina Sofía. Fonte: Flickr

Por ser capital, Madrid possui grandes museus, que devem estar nas listas sobre o que fazer em Madrid da maioria dos turistas.

O Museu do Prado é o mais conhecido e visitado, destacando-se por sua grande coleção de pinturas, com obras de Velázquez, Goya, El Greco e Roger Van Der Weyden.

O Museu do Prado é muito grande, assim, você precisa de pelo menos 2h para apreciar as obras mais conhecidas e, mesmo assim, não será o bastante. Fica tranquilo, porque nunca será possível ver tudo em apenas uma visita.

O quadro de Goya “Três de Maio de 1808” foi o que mais nos impactou, porque possui uma força própria que se liga a história dos madrileños resistindo à invasão francesa comandada por Napoleão.

Porém, a pintura mais aclamada pelos visitantes é “As Meninas” de Velázquez. Essa pintura é muito bela, mas não faltam obras de arte relacionadas à nobreza no Museu do Prado.

Para visitá-lo de graça é preciso chegar pelo menos 1h antes para entrar na fila, sendo melhor fazer a visita nos dias de semana.

O horário gratuito é das 18h às 20h (segunda a sábado) e das 15h às 17h (domingos e feriados), portanto, está aberto todos os dias. Para mais informações, acesse o site oficial do Museu do Prado.

Outro museu imperdível é o Museu Reina Sofía, focado em Arte Moderna e Contemporânea. Lá estão importantes quadros de Picasso, como Guernica, de Salvador Dalí e Joan Miró, além de muitos outros artistas plásticos.

O quadro Guernica é realmente impressionante e muito grande, então, todos os detalhes ganham força ainda maior. Ver essa pintura foi um dos pontos altos da nossa viagem a Madrid.

Além da coleção, estenda o passeio ao terraço para apreciar a vista. O jardim também está aberto ao público.

Saiba que o Museu Reina Sofía fecha as terças, sendo que nos demais dias há gratuidade das 19h às 21h, com exceção dos domingos.

Para mais informações, acesse o site oficial do Museu Reina Sofía. Também é possível adquirir o ingresso sem fila.

Considerado um dos três principais museus de Madrid, o Museu Thyssen-Bornemisza é fruto da paixão pela arte do Barão Hans Heinrich Thyssen-Bornemisza.

Em 1992, a coleção do Barão passou a ser exposta e, atualmente, o museu conta com obras relevantes internacionalmente.

A coleção é variada, tendo desde pinturas do século XIII até obras da atualidade, com destaque para o Renascimento, o Barroco, o Rococó e as artes dos séculos XIX e XX.

Há belos quadros do Impressionismo, com destaque para Degas, Monet e Van Gogh. É uma ótima oportunidade para ver pinturas impressionistas fora da França.

O Museu Thyssen-Bornemisza abre todos os dias. Para mais informações, acesse o site oficial.

Caso você queira visitar os três museus e não vai usar os horários gratuitos, há o ingresso chamado de Paseo del Arte Card. Vale a pena saber se está disponível no período da sua viagem.

Esses foram os três principais museus de Madrid, mas há outros, como o Museu Sorolla (pinturas de Joaquín Sorolla Bastida), o Museu Arqueológico Nacional e o Museu Nacional de Artes Decorativas.

Parque do Retiro

O que fazer em Madrid? 25 Pontos Turísticos de Madrid, Espanha
Monumento a Alfonso XII no Parque do Retiro

O Parque do Retiro é um grande parque próximo ao Museu do Prado.

Até o século XVIII, o Parque do Retiro era exclusivo da monarquia e depois passou a ser aberto aos nobres e à população em geral.

Na primavera e no outono, o parque fica belíssimo e no verão cheio de visitantes. Só no inverno o local perde um pouco a graça, por causa do frio.

Há várias áreas para conhecer no Parque do Retiro, como o fotogênico Palácio de Cristal, que abriga exposições temporárias.

Porém, quando o visitamos não havia nenhuma exposição. De qualquer forma, as fotos ficaram ótimas.

Destacam-se também: o lago com aluguel de barco; o grande Monumento a Alfonso XII, o centro de exposições Palácio de Velázquez e até uma estátua do Anjo Caído (Lúcifer!).

O Parque do Retiro tem entrada gratuita, porém para visitá-lo é preciso um dia de sol. Só assim, sua beleza chega ao máximo.

Bem pertinho do Parque do Retiro fica o Real Jardim Botânico de Madrid, um espaço não muito grande, mas com 30 mil plantas, de vários lugares do mundo.

A grande variedade de plantas ganha tons novos e mais interessantes na primavera, no verão e no começo do outono.

Saiba mais sobre o Jardim Botânico, no nosso artigo sobre parques de Madrid na primavera.

Templo de Debod

Templo de Debod
Templo de Debod

A maioria dos visitantes se surpreende em encontrar um templo egípcio completo, com mais de 2 mil anos, no centro da capital da Espanha.

No Parque da Montaña está o Templo de Debod, construído no Egito no século II a.C. Esse templo é um dos pontos turísticos de Madrid mais diferentes e inesperados.

O Templo de Debod foi trazido à cidade em 1968, porque seria construída uma hidrelétrica onde originalmente estava localizado, lá no Egito.

Como a Espanha tinha ajudado o país na década de 1960 em programas de preservação de templos antigos, o Rei do Egito doou o templo aos espanhóis.

No Templo de Debod é possível ver hieróglifos e pode-se entrar dentro dele sem pagar nada.

Além disso, como o templo fica em um parque alto, de lá se tem uma vista legal da cidade.

O Templo de Debod fica fechado às segundas-feiras.

Mercados, Feiras e Comidas em Madrid

Mercados, Feiras e Comidas em Madrid
Feira El Rastro

Mercados fechados e feiras de rua fazem parte da vida dos madrileños, por isso os turistas devem acrescentá-los ao roteiro sobre o que fazer em Madrid.

O mercado fechado mais conhecido é o Mercado de San Miguel, que fica pertinho da Plaza Mayor, e por isso está sempre cheio de visitantes.

No Mercado de San Miguel, você vai encontrar várias delícias da comida típica da Espanha, como jamón, tapas e muitos frutos do mar, sendo um tipo de mercado mais gourmet.

Outro mercado conhecido, que não fica longe do centro, é o Mercado de Antón Martin.

Além de várias barracas com produtos variados, há restaurantes com comidas tradicionais do país. Quem visita a capital tem a chance de conhecer sabores de todas as partes do país.

O jamón é um delicioso presunto, ideal para sanduíches, podendo ser ibérico (pata negra) ou serrano, variando o tipo de porco e a alimentação dada a eles.

É claro que as tapas não poderiam deixar de ser mencionadas. As tapas são pequenas porções de jamón, calamares, croquetes e todo o tipo de petisco, que os espanhóis comem entre muita bebida e conversa.

Em Madrid, uma paradinha quase obrigatória é comer churros com chocolate. Mesmo que você não gosta de doce, vale a pena provar, porque é bem equilibrado, sem excesso de açúcar.

Um dos lugares mais famosos é a Chocolateria San Gines, que existe desde 1894. Mas saiba que o local é bem turístico e está sempre cheio.

Outro famoso restaurante de Madrid é o Restaurante Botin, que é o restaurante mais antigo do mundo. Foi inaugurado em 1725 e está em funcionamento ininterrupto.

Em relação às feiras de ruas, temos que mencionar a Feira El Rastro. Essa atração pode ou não estar no seu roteiro sobre o que visitar em Madri, dependendo do seu perfil.

A Feira El Rastro tem muitas barracas, que vendem de tudo, desde bijuterias feitas de porcelana espanhola até utensílios de cozinha. O movimento de turistas é grande. Ela ocorre nos domingos e feriados até às 15h.

Para chegar é fácil, é só se dirigir às estações de metrô Latina, Puerta de Toledo ou Tirso de Molina e procurar as ruas Plaza de Cascorro e Calle de la Ribeira de Curtidores.

Passeios a partir de Madrid – Bate-volta

Toledo. Fonte: Pixabay
Toledo. Fonte: Pixabay

Madrid é uma ótima cidade base para fazer passeios de um dia. Vale pena dedicar pelo menos um dia para fazer uma viagem de bate-volta saindo de Madrid.

Quando visitamos a capital, nossa escolha foi passar um dia em Toledo, apesar da vontade de ficar mais tempo e dormir em Toledo, curtindo a noite com poucos turistas.

A maioria das atrações de Toledo é composta por igrejas, monastérios e outras construções usadas por cristãos, judeus e muçulmanos.

É tudo muito antigo, bem preservado e cheio de história. Sem dúvida, Toledo é uma cidade exuberante.

Nós fizemos o passeio por conta própria, usando os trens que saem da estação Atocha. Mas há também bons tours guiados para Toledo, incluindo muitas informações dos guias especializados.

Outra cidade sempre procurada é Segóvia, que mescla diversas influências culturais, desde os celtas e romanos na antiguidade até muçulmanos e cristãos nos últimos milênios.

O Aqueduto de Segóvia é um símbolo da cidade e da época romana. Outras construções imperdíveis são a Catedral e o Alcázar, um palácio fortificado com quase mil anos de história.

Para quem não se cansa fácil, há bons tours para Segóvia e Toledo no mesmo dia, mas são 12h de atividades e muita informação.

Ávila é uma das mais belas cidades muradas do mundo. Dentro dos muros, igrejas e casas históricas são os destaques das cidades.

A maioria das construções de Ávila tem característica gótica ou românica.

Também é possível visitar o complexo de monumentos El Escorial e a cidade de Salamanca, Patrimônio da Humanidade.

Como você pode perceber o que fazer em Madrid pode incluir várias cidades próximas. Pena não termos uma vida inteira só para a capital espanhola e seus arredores!

O que fazer em Madrid com chuva?

Estádio Santiago Bernabéu. Fonte: Wikimedia
Estádio Santiago Bernabéu. Fonte: Wikimedia

Madrid é uma cidade com muitas atividades e atrações ao ar livre, desde caminhadas para fotografar as belas avenidas até curtir os parques e praças.

Mas o que fazer em Madrid em dias de chuva?

Nossa primeira dica é ficar de olho na previsão do tempo e deixar para visitar os museus nos dias com mais chance de chover, assim como o Palácio Real.

Outra sugestão é fazer o tour ao Estádio Santiago Bernabéu, um dos templos do futebol da Europa, por onde passaram os maiores ídolos das últimas duas décadas.

Além de conhecer as dependências do estádio, há um museu moderno com as peças históricas do clube, como as taças de diversos campeonatos.

Para o período da noite, sem dúvida recomendamos assistir a um show de flamenco, que marcará sua viagem a Madrid.

Caso você queira ir a um dos melhores tablados da cidade, nossa recomendação é o show de flamenco em Las Carboneras.

A apresentação no Café Ziryab também é bastante elogiada, porém é mais econômica e, por isso, mais acessível para a maioria dos turistas.

Atrações grátis em Madrid

O que fazer em Madrid? 25 Pontos Turísticos de Madrid, Espanha
Parque do Retiro no começo da primavera

Nossa recomendação é aproveitar os dias ensolarados para fazer turismo em Madrid de graça.

Como mencionamos diversas vezes, o centro da capital é repleto de belas avenidas, edifícios e praças, que rendem excelentes fotos, as melhores lembrancinhas de qualquer viagem.

O que fazer em Madrid de graça pode incluir também o Palácio Real, já que os brasileiros têm direito a gratuidade, e os museus do Prado e Reina Sofía, que preenchem muito bem os desejos pelos museus.

A questão é que você precisa se organizar, porque esses três pontos turísticos de Madrid são gratuitos no final do dia, então, tem que visitar um por dia.

Não podemos deixar de ressaltar como o Parque do Retiro é um local gostoso de passear, ainda mais em um dia de sol e, totalmente, gratuito.

Se você conseguir visitar todas essas atrações de graça em Madrid, o orçamento pode ser usado para aproveitar a culinária local, ir a um espetáculo de flamenco e até conhecer uma cidade história próxima.

Mapa com pontos turísticos de Madrid

Confira no mapa a localização de todos os pontos turísticos de Madrid mencionados neste artigo, com exceção dos passeios de um dia.

Basta clicar no “botão com seta” para acessar a legenda do mapa de Madrid.

Esperamos que as informações sobre os pontos turísticos de Madrid te ajudem a organizar sua viagem dos sonhos! Leia também nosso artigo especial sobre onde ficar em Madrid e saiba quais são as regras de Seguro Viagem para Europa, que também valem para a Espanha!

Boa viagem, viajante!

Comparador de seguro viagem Seletor de hotéis

Teste o seletor de hotéis do Guia!

PLANEJAMENTO DE VIAGEM

Reserva de hotéis

RESERVA DE HOTÉIS

Utilize o nosso link do Booking para conseguir as melhores ofertas de hotéis, pousadas e albergues.

O Booking oferece muitas vantagens: preços baixos, cancelamento gratuito de reservas, não é cobrada taxa de reserva e geralmente o pagamento é realizado somente na hora do check-in ou do check-out, na acomodação.

Melhor localização

CHECAR LOCALIZAÇÃO

Encontrou um hotel, mas não tem certeza se ele é bem localizado? Tire a dúvida com esta ferramenta gratuita. Ela analisará a localização, de acordo com uma metodologia específica, e atribuirá uma nota.

Vale dizer que a melhor área possível para se hospedar é aquela área agradável, segura, com acesso ao transporte público, restaurantes e próxima aos principais pontos turísticos.

Melhores hotéis

SELETOR DE HOTÉIS

O Seletor de Hotéis é uma ferramenta online, totalmente gratuita, que seleciona os hotéis, hostels, apartamentos, pousadas e hotéis-fazenda mais adequados ao perfil do viajante. Por meio de um método matemático, o Seletor de Hotéis descobre os hotéis perfeitos para você em qualquer cidade do mundo.

A única coisa que o viajante deve fazer é elencar (de 1 a 5) suas prioridades em relação às características dos hotéis. Qual é a ordem de importância das características do hotel para o viajante? Por exemplo: melhor localização, menor preço, maior qualidade, mais reservado e tamanho do hotel.

Reserva de carros

ALUGUEL DE CARROS

O Rentcars é um comparador de preços para encontrar a melhor tarifa no aluguel de carros em mais de 140 países.

Há várias vantagens em utilizar o serviço: não há cobrança de IOF, você pode realizar parcelamento, são muitas locadoras comparadas e não há cobrança de taxa para emissão da sua reserva.

Além disso, por padrão estão inclusas nas diárias Rentcars: quilometragem livre, proteção básica e as taxas administrativas da locadora.

Melhores seguros viagem

SEGURO VIAGEM

Tá em dúvida sobre qual seguro viagem comprar? O SegurosPromo é um comparador de seguros viagem que te ajuda a encontrar os melhores preços das principais seguradoras.

Utilize o nosso link para conseguir os preços mais baixos, bem como o cupom de desconto NOMADEDIGITAL5 para ganhar 5% de desconto.

Podcast de viagem

GUIA DE VIAGEM

O Papo Viagem Podcast é um guia de viagem em áudio gratuito sobre vários destinos que conhecemos.

Nós contamos a nossa experiência nas cidades e passamos dicas sobre onde se hospedar, melhor época para viajar, atrações e muito mais.

Loja do viajante

LOJA DO VIAJANTE

Sabe quando você utiliza um check-list de viagem e descobre que faltam alguns itens para a sua bagagem?

Selecionamos produtos importantes que nós utilizamos e recomendamos você levar na sua viagem. Eles estão apresentados na Loja do Viajante

Sobre o autor

Internacionalista, jornalista e viajante apaixonada por cultura e história, todos os dias eu consigo unir minhas paixões escrevendo no Guia do Nômade Digital. Acredito que ler e se informar transformam as férias em uma experiência inesquecível. Já escrevi um guia de viagem sobre a Cidade do México e apresentei mais de 80 episódios do Papo Viagem Podcast.

Sem Comentários

    Deixe um Comentário

    error: Conteúdo protegido.