Os 13 Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil

Conheça os 13 incríveis Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil!

Quando se fala em turismo no Brasil, é comum pensar nas belas paisagens do nosso país. Realmente, o Brasil tem belezas naturais únicas, como mostramos no post sobre Patrimônios Naturais. Mas há diversas cidades históricas para visitar no Brasil.

Muitas cidades históricas brasileiras fazem parte dos 13 Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil, assim como a arquitetura modernista  e outros lugares surpreendentes. Esses 13 patrimônios são apenas “culturais materiais”, já que há outros Patrimônios Culturais Imateriais da UNESCO no Brasil.

O Patrimônio Cultural (material) inclui monumentos, grupos de edifícios ou sítios que tenham um excepcional e universal valor histórico, estético, arqueológico, científico, etnológico ou antropológico.

Os 13 Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil mostrados abaixo possuem valor excepcional e universal!

 

Cidade Histórica de Ouro Preto

Os 13 Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil

Praça Tiradentes, Ouro Preto. Fonte: TripAdvisor

O primeiro local selecionado no Brasil como Patrimônio Cultural da Humanidade foi a Cidade Histórica de Ouro Preto, em Minas Gerais, no ano de 1980. Fundada no final do século XVII, Ouro Preto foi o centro da mineração do ouro no Brasil, naquela época com o nome de Vila Rica do Pilar do Ouro Preto. Seu prestígio era tanto que foi capital de Minas Gerais por 176 anos.

Com o esgotamento das minas de ouro, a influência de Ouro Preto diminuiu, mas o patrimônio arquitetônico está em cada canto da cidade, no seu casario, nas muitas igrejas barrocas e com estilo rococó, nas pontes e chafarizes, na alma da cidade.

 

Centro Histórico de Olinda

Os 13 Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil

Fonte: Wikimedia

Em 1982, foi a vez do Centro Histórico de Olinda, em Pernambuco, ser nomeado como um dos Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil. Fundada pelos portugueses no século XVI, a cidade tem uma história ligada à produção do açúcar, chegando a se tornar uma das mais importantes cidades do Reino.

No século XVII, os holandeses tomaram Pernambuco, roubaram, incendiaram e abandonaram Olinda. O Centro Histórico de Olinda possui muitos prédios da época da reconstrução, com equilíbrio harmonioso entre as construções, jardins, igrejas barrocas, conventos e muitas capelas, que tornam a cidade um charme só.

 

Ruínas de São Miguel das Missões

Os 13 Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil

Em 1983, as Ruínas de São Miguel das Missões, no Rio Grande do Sul se tornaram Patrimônio Cultural. As ruínas de São Miguel das Missões, no Brasil, e as de San Ignacio Miní, Santa Ana, Nuestra Señhora de Loreto e Santa María la Mayor, na Argentina, fazem parte das missões dos Jesuítas para catequizar os Povos Guaranis durante os séculos XVII e XVIII.

Cada ruína tem características diferentes, mas todas estão localizadas nos belos campos dos pampas, um patrimônio dos países ao sul da América do Sul.

 

Centro Histórico de Salvador

Os 13 Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil

Fonte: Wikimedia

Em 1985, o Centro Histórico de Salvador foi nomeado pelo UNESCO como Patrimônio Cultural da Humanidade. Como primeira capital do Brasil, entre 1549 e 1763, Salvador desempenhou um papel único no período colonial, com o seu porto sendo o centro do comércio de açúcar e dos povos africanos escravizados.

A importância econômica de Salvador fez com que a cidade possuísse características da estrutura urbana renascentista, mas adaptada à realidade colonial. Essa é a razão de existir a cidade alta e a cidade baixa, esta última dedicada ao comércio.

Além disso, a autenticidade do Centro Histórico de Salvador é inegável, com o Pelourinho possuindo uma organização urbana típica do século XVI, com muitos monumentos em harmonia arquitetônica. Os vários largos, palácios e igrejas dos mais diferentes séculos mostram a riqueza desse Patrimônio Cultural da Humanidade.

 

Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos

Os 13 Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil

Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos. Fonte: TripAdvisor

Em 1985, uma obra prima do Brasil teve o reconhecimento merecido, o Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos, em Congonhas, Minas Gerais. Construído entre 1757 e 1772, o Santuário possui muitas características únicas, como as obras de Francisco Antônio Lisboa, o Aleijadinho.

Os doze profetas em pedra sabão são as obras mais conhecidas do artista, porém as esculturas da Paixão de Cristo não ficam atrás em importância. São 66 esculturas de madeira policromada em tamanho natural, que compõem um dos mais completos grupos escultóricos de imagens sacras do mundo.

Dentro da igreja, a decoração rococó possui inspiração italiana, com o dourado se destacando. Sem dúvida, o Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos é um lugar excepcional, que conserva a genialidade de Francisco Antônio Lisboa.

 

Brasília

Os 13 Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil

Fonte: Wikimedia

Em 1987, Brasília se tornou mais um dos Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil, devido a sua singularidade e relação com processos mais amplos, como o modernismo e a fase vivida pelo Brasil na década de 1950 e 1960.

Exemplo do modernismo urbano do século XX, Brasília mostra a genialidade da criação humana do urbanista Lúcio Costa e do arquiteto Oscar Niemeyer, tanto no Plano Piloto quanto nos prédios super criativos.

 

Parque Nacional da Serra da Capivara

Os 13 Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil

Fonte: Wikimedia

Em 1991, o Parque Nacional da Serra da Capivara foi reconhecido em sua importância cultural, devido às pinturas rupestres. Localizado no Piauí, a Serra da Capivara possui cavernas e outros abrigos rochosos decorados com pinturas rupestres, algumas com mais de 25 mil anos.

Esse conjunto é um expressivo testemunho de uma das ocupações humanas mais antigas da América Latina. Os artefatos e evidências encontradas na Serra da Capivara derrubaram teorias muito aceitas sobre a colonização da América.

 

Centro Histórico de São Luís do Maranhão

Os 13 Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil

Fonte: Wikimedia

Em 1997, o Centro Histórico de São Luís do Maranhão foi declarado Patrimônio Cultural pela UNESCO por muitas razões. A principal delas é que o centro histórico é um exemplo autêntico da arquitetura e planejamento urbano português adaptado às regiões equatoriais.

Materiais, técnicas e organização do Centro Histórico de São Luís deixam claro o patrimônio cultural do século XVII. O grande desafio, que muitos centros históricos enfrentam, é a revitalização para proteger o patrimônio e conservá-lo para as próximas gerações.

 

Centro Histórico da Cidade de Diamantina

Os 13 Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil

Fonte: Wikimedia

Em 1999, o Centro Histórico da Cidade de Diamantina, Minas Gerais, foi declarado mais um dos Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil. Diamantina foi fundada no século XVIII, com a descoberta de diamantes.

Construída nas montanhas, a característica única de Diamantina é a forma como a arquitetura portuguesa se modificou para se adaptar ao relevo da região, como diversos exemplos de construções barrocas em madeira.

 

Centro Histórico da Cidade de Goiás

Os 13 Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil

Fonte: IPHAN

Outro centro histórico que adaptou técnicas e materiais a sua realidade foi o Centro Histórico da Cidade de Goiás, declarado Patrimônio Cultural em 2001. A arquitetura foi totalmente adaptada às condições do local, principalmente ao fato de ter sido uma cidade mineira.

Além disso, a cidade é fruto dos movimentos internos dos séculos XVIII e XIX da conquista do interior do Brasil.

 

Praça de São Francisco em São Cristóvão

Os 13 Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil

Fonte: Wikimedia

Em 2010, foi a vez da Praça de São Francisco, na cidade de São Cristóvão, em Sergipe entrar para a lista de Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil. A Praça de São Francisco é uma praça em quadrilátero a céu aberto, cercado por construções antigas, como a Igreja e o Convento de São Francisco, além de outras construções religiosas e públicas.

Além de mostrar a importância das ordens religiosas no Brasil, a Praça de São Francisco foi construída seguindo as regras da Espanha, que no século XVI e XVII controlava Portugal. Então, a Praça de São Francisco nada mais é do que a Plaza Mayor de Sergipe del Rey, a antiga capital de Sergipe, hoje São Cristóvão.

 

As Paisagens da Cidade do Rio de Janeiro

Os 13 Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil

Fonte: Wikimedia

Em 2012, o Rio de Janeiro e as paisagens cariocas entre a montanha e o mar conquistaram o título de Patrimônio Cultural. Realmente, é a paisagem do Rio de Janeiro que fez a cidade estar na lista da UNESCO.

As montanhas e a mata do Parque da Tijuca, o contraste com o mar, os icônicos Cristo Redentor e Pão de Açúcar e tantas outras paisagens cariocas tornaram a cidade fonte de inspiração para poetas, músicos e escritores, além do reconhecimento internacional.

 

Conjunto Moderno da Pampulha

Os 13 Patrimônios Culturais da UNESCO no Brasil

Fonte: Flickr

Em 2016, o Conjunto Moderno da Pampulha foi considerado Patrimônio Cultural pela UNESCO, tornando Minas Gerais o estado com mais patrimônios no Brasil. Muitos critérios reforçaram a importância histórica e arquitetônica do Conjunto Moderno da Pampulha. Um deles é a genialidade e criatividade humanas do arquiteto Oscar Niemeyer e do paisagista Roberto Burle Marx.

No começo da carreira dessas profissionais, na década de 40, foi construído o Conjunto. Eles usaram muitas curvas, integração entre edifícios e paisagismo, além de pensamento autônomo sobre a América Latina, nada de cópia da Europa. Sem dúvida, o Conjunto Moderno da Pampulha possui valor excepcional.

 

Conheça todos os Patrimônios da UNESCO no Brasil no episódio 054 do Papo Viagem Podcast!

Boa viagem, Viajante!

[P.S: não se esqueça de reservar o seu hotel pelo nosso link do Booking. Você não paga nada a mais pela sua hospedagem e ainda ajuda o site. Obrigado!]

Posts que você deve ver também!

error: Conteúdo protegido.