O que fazer em Roma? 20 Melhores Pontos Turísticos de Roma

Confira os 20 melhores pontos turísticos da Cidade Eterna e saiba o que fazer em Roma!

Roma é uma grande metrópole mundial, que guarda tesouros históricos inigualáveis. Em uma caminhada, já se pode encontrar uma igreja fantástica ou ruínas com mais de dois mil anos, assim como uma multidão de viajantes. Há muito o que fazer em Roma!

Neste post, vamos mostrar um pouquinho de Roma nos 20 principais pontos turísticos para visitar, com exceção do Vaticano.

Para saber mais sobre o Vaticano, confira os posts específicos aqui e ouça o episódio do Papo Viagem Podcast sobre o Vaticano.

Como Roma é muito grande e muito visitada, é preciso planejar bem a viagem, por isso recomendamos ouvir o episódio especial do Papo Viagem Podcast sobre Dicas de Viagem a Roma, assim como ler o post sobre onde ficar em Roma!

Coliseu

O que fazer em Roma

Quando se fala sobre o que fazer em Roma, logo vem à mente visitar o Coliseu. A experiência de visitar um dos grandes símbolos de Roma é realmente incrível.

O Coliseu foi inaugurado no ano 80 d.C, sendo uma obra do Imperador Vespasiano para agradar a população, que já vinha descontente da época do Imperador Nero. O filho de Vespasiano, Tito, foi o responsável pela finalização do enorme anfiteatro com capacidade para mais de 50 mil pessoas.

O que vemos hoje no Coliseu é apenas uma sombra do que já foi essa grande arena dedicada às lutas dos gladiadores, muitas vezes lutas contra animais selvagens, mostrando a crueldade tão presente em Roma naqueles tempos.

O Coliseu teve sua estrutura abalada por terremotos e muitas de suas pedras foram usadas em igrejas da cidade.

A visita ao Coliseu é sempre muito procurada, mas dentro do monumento o cenário não muda muito, porém é bastante impressionaste pelo tamanho e pelos níveis inferiores.

A partir de outubro de 2017, além dos dois níveis comumente visitados, está aberto o terceiro nível, a partir de onde o visitante tem vista panorâmica dessa região histórica de Roma. Com esse verdadeiro mirante, a visita ao Coliseu se tornou ainda mais emocionante.

Informações práticas – O ticket para o Coliseu inclui o Fórum Romano e o Palatino. O site oficial dos tickets é o Coopculture. O ticket para as três atrações custa € 12 e pode ser usado por dois dias. Comprando online, é acrescentada uma taxa de € 2. Para comprar na hora, vá até a bilheteria do Fórum Romano para não pegar fila na bilheteria do Coliseu. O audioguia custa € 5,5 e há tours guiados e tours por outras áreas do Coliseu. No primeiro domingo do mês, a entrada é gratuita.

 

Fórum Romano

O que fazer em Roma

O Fórum Romano era o coração de Roma, onde o poder político, comercial e religioso se encontrava em várias instituições diferente.

Nos dias de hoje, é preciso ter um pouco de imaginação, porque a maioria das construções foi destruída, principalmente para usar as pedras na construção de igrejas.

Para te ajudar a entender um pouco melhor os monumentos do Fórum Romano, nós fizemos um post bem completo. Saiba mais sobre o Fórum Romano aqui.

 

Palatino

O que fazer em Roma

Domus Augustana no Palatino. Fonte: Wikimedia

A visita ao Fórum Romano continua pela colina Palatino, que segundo a lenda de fundação de Roma é o local onde a cidade foi fundada. Verdadeiramente, sabe-se que o Platino foi utilizado como moradia da aristocracia, assim como dos próprios imperadores.

O Palatino também exige um pouco de imaginação para reconstruir na mente os monumentos. Por isso, leia o nosso post sobre o Palatino aqui. Já adianto que do Palatino se tem vistas belíssimas de Roma, inclusive do Coliseu.

 

Monumento a Vittorio Emanuele II e Piazza di Campidoglio

O que fazer em Roma?

Monumento a Vittorio Emanuele II

Muito próximo à área arqueológica de Roma, encontra-se o Monumento a Vittorio Emanuele II. Esse monumento foi erguido em 1911 em homenagem ao primeiro rei da Itália unificada, que faleceu no final do século XIX.

O Monumento a Vittorio Emanuele II guarda também o túmulo do soldado desconhecido, morto na I Guerra Mundial, e que representa todos os soldados italianos mortos durante as guerras.

A grandiosidade do Monumento a Vittorio Emanuele II faz com que ele não passe despercebido, mesmo estando nessa área da cidade conhecida pelas ruínas milenares. Por ser grande, também possui vistas que valem a pena e é de graça.

Não deixe também de visitar a Piazza di Campidoglio, que está ao lado do Monumento Vittorio Emanuele II, sendo uma obra de Michelangelo.

A Piazza di Campidoglio fica no Monte Capitólio, uma das 7 colinas de Roma. Na Piazza o viajante pode curtir as vistas, principalmente as vistas do Fórum Romano e visitar os Museus Capitolinos.

 

Museus Capitolinos

O que fazer em Roma

Os Museus Capitolinos formam o museu público mais antigo do mundo e um dos principais pontos turísticos para conhecer a Roma Antiga. O Palazzo dei Conservatori guarda os principais objetos dos Museus Capitolinos, como esculturas milenares e quadros de grandes pintores italianos.

A clássica escultura da loba alimentando Remo e Rômulo (Lupa Capitolina) e a milenar estátua de Marco Aurélio fazem parte do acervo dos Museus Capitolinos, além de pinturas de Titian, Tintoretto, Rubens e Caravaggio.

Informações práticas – Aberto todos os dias. Ticket adulto € 15. Para mais informações, confira o site oficial aqui.

 

Panteão

O que fazer em Roma

O Panteão é um dos pontos turísticos de Roma mais visitados, sempre lotado, afinal, a entrada é gratuita e o Panteão é uma magnifica obra de engenharia dos romanos.

O Panteão é a construção da Roma Antiga mais bem preservada. Construído em 120 d.C, na época do Imperador Adriano, o Panteão era um templo para “todos os deuses” (esse é o significado da palavra Panteão), mas foi convertido em igreja e, assim, sobreviveu à Idade Média.

No interior do Panteão estão os túmulos de vários reis italianos, além da enorme cúpula e !do olho de Panteão”, que traz luz ao local. O exterior também é bastante imponente, com colunas imensas.

É realmente inacreditável uma construção tão grande ter sobrevivido a quase dois milênios.

 

Basílica de San Giovanni in Laterano

O que fazer em Roma

A Catedral do Bispo de Roma, também conhecido como Papa, é a Basílica de San Giovanni in Laterano, fato que muitos viajantes desconhecem. Antes da existência do Vaticano, era nessa Basílica que os Papas realizavam seus afazeres e eram sepultados.

Um grande motivo para você ir à Basílica de San Giovanni in Laterano é que ela é muito bonita. Fique atento ao teto, uma verdadeira obra de arte, assim como o Trono do Papa.

A visita à Basílica de San Giovanni in Laterano é gratuita.

 

Basílica de Santa Maria Maggiore

O que fazer em Roma

Fonte: Wikimedia por Maros Mraz

Uma das mais belas igrejas de Roma é a Basílica de Santa Maria Maggiore. Com teto dourado e muitas obras de arte, a Basílica de Santa Maria Maggiore não pode estar de fora da lista sobre o que fazer em Roma.

Assim como a Basílica de San Giovanni in Laterano, a Basílica de Santa Maria Maggiore data do século IV, sendo erguida em homenagem à Virgem Maria. Dizem que o local de construção da Basílica foi escolhido pela Virgem em um sonho do Papa Libério, sendo a primeira igreja mariana do mundo.

Apesar da construção ser antiga, a Basílica foi reformada inúmeras vezes, algo comum em igrejas de tanta importância. Em uma dessas reformas, o ouro foi adicionado à Basílica, tornando-a ainda mais bela. Os mosaicos bizantinos são mais antigos, assim como a estrutura, que continua a mesma de sempre.

A visita à Basílica de Santa Maria Maggiore é totalmente gratuita, assim como na maioria das igrejas de Roma.

Outra igreja mariana muito visitada é a Basílica Santa Maria in Cosmedin, que tem como principal atração a Bocca della Veritá, que segundo a lenda, morde a mão de quem conta mentiras.

 

Museu Nacional Romano

O que fazer em Roma

Palazzo Massimo. Fonte: Wikimedia por Jensens

O Museu Nacional Romano é mais do que um museu, é um complexo de museus, localizados em prédios distintos, mas que tem por base a arte antiga, esculturas gregas e ruínas romanas.

O Museu Nacional Romano é constituído pelo Palazzo Massimo (coleção importante de arte clássica), Palazzo Altemps (esculturas romanas e gregas), Cripta Balbi e as Termas de Diocleciano (o mais importante complexo de termas da Roma Antiga).

Informações práticas – Aberto todos os dias. O ticket custa € 7 euros, com duração de 3 dias para 4 atrações. Para comprar os tickets online, o site oficial é o coopculture.

 

Fontana di Trevi

O que fazer em Roma

Fonte: Wikimedia por Hill

A grandiosa Fontana di Trevi sempre está na lista sobre o que fazer em Roma. A fonte fica escondidinha no centro histórico da cidade, mas os turistas conseguem encontrá-la para deixar suas moedas com o intuito de voltar a Roma.

A Fontana di Trevi ficou conhecida e se tornou tão turística depois do filme La Dolce Vitta (1960), quando Anita Ekberg se banhou na fonte ao olhar do ícone do cinema italiano, Marcello Mastroiani.

Vale dizer que a Fontana de Trevi fica abarrotada de turistas!

 

Villa e Galleria Borghese

O que fazer em Roma

Depois de muito caminhar por Roma, enfrentar uma multidão na Piazza Spagna e del Popolo, a melhor opção é descansar na Villa Borghese.

A Villa Borghese é uma imensa área verde, com um belíssimo lago, áreas para andar de bicicleta, levar os pequenos dogs ou simplesmente namorar.

No interior da Vila Borghese, há o Museu e Galleria Borghese, com uma coleção de esculturas riquíssima, além da pinacoteca. A Galleria Borghese conta também com uma decoração que encanta, fruto da riqueza da família Borghese.

Informações práticas – A Galleria Borghese fecha às segundas. O ticket deve ser comprado com antecedência ao custo de € 22 por adulto. Para mais informações, confira o site oficial.

 

Piazza di Spagna

O que fazer em Roma

A Piazza di Spagna é muito conhecida por sua escadaria com azaleias. No verão, a escadaria fica lotada de turistas, muitos que vieram conhecer a Igreja Trinitá dei Monti, a Villa Medici, o Keats Shelley Museum ou as belas ruas próximas, com lojas de grife.

Aliás, é sobre essas ruas que quero fazer uma ressalva importante. Procure a Via Margutta, a rua é um encanto com muitos pintores expondo seus quadros na rua ou em galerias.

A região da Piazza di Spagna não pode ficar de fora sobre o que fazer em Roma!

 

Piazza del Popolo

O que fazer em Roma

Próxima à Piazza di Spagna está a Praça do Povo (Piazza del Popolo), uma ampla praça com muitas atrações a serem vistas.

Primeiramente, há duas igrejas idênticas, além do obelisco romano de mais de três mil anos de idade.

Perto da porta de saída da Piazza, há a Igreja de Santa Maria del Popolo, com afrescos de Caravaggio e com uma capela e cúpula desenhadas por Rafael (Cappella Chigi). A entrada é gratuita.

 

Piazza Navona

O que fazer em Roma

A bela e movimentada Piazza Navona

A Piazza Navona ferve todos os dias. São pintores, turísticas, ambulantes e estátuas vivas que querem um pedacinho da praça. Sem dúvida, o que fazer em Roma passa pela Piazza Navona.

O que mais chama a atenção nessa praça é sua forma oval, as belíssimas fontes (são três no total) e a Igreja de San Luigi dei Francesi, com pinturas de Caravaggio.

 

Castelo Sant’Angelo

O que fazer em Roma

O Castelo Sant’Angelo é uma construção de seis andares, que foi pensada para ser o mausoléu do Imperador Adriano no século II d.C.

Atualmente, o Castelo se converteu em um museu, conhecido como Museu Nacional do Castelo Sant’Angelo, que expõe pinturas, cerâmicas e esculturas, além do mausoléu do imperador.

Informações práticas – O Castelo Sant’Angelo fecha às segundas. O ticket adulto custa € 10.

 

Termas de Caracalla

O que fazer em Roma

Fonte: Wikimedia por Ethan Doyle White

As Termas de Caracalla se localizam ao sul de Roma, um pouco distantes da área arqueológica, mas uma boa alternativa sobre o que fazer em Roma.

Contudo, o que atrai os visitantes é a preservação do local, um dos complexos termais mais bem conservados do mundo.

O ingresso para a visita custa 7 euros para adultos, mas também permite a visita a Villa Quintilli e ao Mausoléu de Caecilia Metela. Para mais informações, clique aqui.

 

Arco di Constantino

O que fazer em Roma

Arco de Constantino visto a partir do Coliseu

Um dos mais belos arcos de Roma, e talvez do mundo, é o Arco di Constantino, construído no século IV para homenagear a vitória do Imperador Constantino contra Maxentius.

A visita é gratuita, algo que só Roma pode te oferecer e que faz parte da lista sobre o que fazer em Roma.

 

Basílica de Santa Maria degli Angeli e dei Martiri

O que fazer em Roma

Quando fomos a Roma, a primeira igreja que visitamos foi a Basílica de Santa Maria degli Angeli e dei Martiri. Ela é realmente impressionante, sua fachada simples não dá dicas do que é o seu interior.

A Basílica de Santa Maria degli Angeli e dei Martiri teve sua construção iniciada no século XV, tendo como arquiteto Michelangelo, que se utilizou de uma área das Termas de Diocleciano.

Além do grande espaço e altura da Basílica, o que mais chama a atenção é a linha meridiana, uma espécie de relógio de sol, que permite saber o dia e o mês do ano através da luz.

A visita à Basílica é totalmente gratuita.

 

Esperamos que as dicas sobre o que fazer em Roma tenham sido úteis! Confira também o episódio especial do Papo Viagem Podcast sobre Dicas de Viagem a Roma!

Boa viagem, Viajante!

[P.S: não se esqueça de reservar o seu hotel pelo nosso link do Booking. Você não paga nada a mais pela sua hospedagem e ainda ajuda o site. Obrigado!]

Posts que você deve ver também!

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Receber notificações de
avatar
wpDiscuz
error: Conteúdo protegido.