Menu
Europa

8 Passeios de Bate-Volta saindo de Munique, Alemanha

Atualizado em: 1 de fevereiro de 2021

Munique é uma cidade cheia de locais a visitar, mas também é bem localizada para quem deseja fazer passeios. Aliás, há variedade de bate-volta saindo de Munique.

Mas antes de falar sobre os passeios a partir de Munique, você deve saber como se deslocar e qual tipo de transporte é mais adequado para sua viagem (e para seu bolso).

Leia também nossos artigos especiais sobre onde ficar em Munique (nos hotéis que valem a pena mesmo) e sobre o que fazer em Munique!

Como se deslocar para fazer passeios a partir de Munique?

Parque Olímpico de Munique
Parque Olímpico de Munique, uma das principais atrações da cidade

Para quem deseja fazer roteiros de viagem super completos, o melhor é alugar um carro, por que assim dá para incluir atrações difíceis de visitar de trem.

No Rentcars, há 118 lojas de veículos só em Munique, excluindo as que estão presentes no aeroporto. Então, há opção para vários bolsos.

Para quem não quer alugar carro, o melhor é o “regional day ticket for Bavaria”, uma passagem de trem especial que permite usar o transporte público da Baviera durante 1 dia inteiro.

Funciona assim: o “regional day ticket for Bavaria” custa 25 € para o primeiro passageiro. A cada novo passageiro são acrescentados apenas 8 € até o total de 5 passageiros, sendo que crianças até 5 anos não pagam.

Por exemplo, caso viajem 4 amigos juntos, o custo total do “regional day ticket for Bavaria” será de 12,25 € por pessoa, sendo que poderão usar os trens regionais durante um dia inteiro.

De segunda a sexta, é possível usar esse ticket das 9h às 3h da manhã do dia seguinte. Então, a estratégia é aproveitar a noite no destino do seu passeio. Já nos finais de semana e feriados não há horário mínimo, apenas o máximo é até a meia-noite.

Saiba mais no site oficial do Bahn alemão.

Para quem tem orçamento e gosta de tours por agências, também há opções. Nós preferimos os tours vendidos pela Civitatis, porque ser uma empresa séria e muito atuante na Europa, além de ser parceira do nosso site.

Sempre que houver a opção de tour com agências, nós deixaremos claro em cada passeio de bate-volta saindo de Munique.

Passeios de Bate-Volta saindo de Munique

Campo de Concentração de Dachau

Campo de Concentração de Dachau
Fonte: Wikimedia

Um dos passeios de bate-volta saindo de Munique mais marcantes é visitar o Campo de Concentração de Dachau, na cidade de mesmo nome, localizado apenas a 20 km do centro de Munique.

O Campo de Concentração de Dachau foi o primeiro do tipo na Alemanha, em 1933. No início recebia presos políticos, mas depois foi usado como local de aprisionamento, trabalho forçado e extermínio de milhares de judeus, testemunhas de Jeová, homossexuais e ciganos.

Então, Dachau foi um modelo de horror que seria reproduzido em várias cidades sob o domínio nazista.

Sem dúvida, visitar esse local é bem difícil emocionalmente, mas também é uma oportunidade de reafirmar o compromisso individual contra os governos autoritários e as ideologias racistas e xenófobas, que ainda hoje existem.

Informações práticas – Abre todos os dias das 9h às 17h e tem entrada gratuita, mas há áudio-guias bem em conta (4 € e tem versão em português). Também costuma ser oferecido o tour guiado ao meio-dia por apenas 3,5 € por pessoa. Para mais informações, acesse o site oficial.

Saiba também que há tours guiados saindo de Munique bem avaliados, mas é totalmente possível fazer esse passeio por conta própria.

Como chegar ao Campo de Concentração de Dachau?

Em 40 minutos você conseguirá chegar ao local. Basta pegar o trem S2 (direção Dachau/Petershausen) na estação central de Munique. Chegando à estação de Dachau, pegue o ônibus 726.

Palácios Schleissheim

8 Passeios de Bate-Volta saindo de Munique, Alemanha
Neues Schloss Schleissheim. Fonte: Wikimedia

Localizado no subúrbio de Munique, o Complexo de Palácios Schleissheim é uma oportunidade para quem tem pouco tempo disponível, mas que fazer um passeio cheio de história, bela arquitetura e muitas atrações.

Nesse complexo há três palácios de épocas distintas e muitos jardins. Na primavera e verão, aproveitar os jardins é imperdível, até porque eles são enormes e os Palácios Schleissheim costumam receber menos visitantes do que se imagina.

Essa região foi escolhida pelo Duque da Baviera, Wilhelm V, como local para passar sua velhice no início do século XVI. Mas foi seu filho Maximilian que construiu o Alte Schloss Schleissheim (Antigo Castelo) com estilo de vila italiana, isso em 1623. Além da decoração, há exposições do Museu da Baviera.

Já o Neues Schloss Schleissheim (Novo Castelo) é do início do século XVIII, sendo um dos melhores exemplos de palácio barroco. Ele foi planejado para ser muito maior e mais deslumbrante.

De qualquer forma, a decoração barroca é seu grande destaque, como as pinturas nos tetos, a decoração dos quartos e pinturas diversas.

O terceiro palácio é o Lustheim, pensado no final do século XVII como casa de campo, com muitos jardins ao redor. O Palácio Lustheim é menor do que os demais, porém possui bela decoração.

Informações práticas – Os horários variam ao longo do ano, mas os castelos fecham às segundas-feiras. Por 10 € pode-se visitar as três construções. Para mais informações, acesse o site oficial.

Como chegar ao complexo de Palácios Schleissheim?

Basta pegar o trem S1 na estação central de Munique e parar na estação Oberschleissheim. Dessa estação são poucos minutos de caminhada até o complexo ou você pode usar o ônibus 292.

Na volta ou na ida, você pode visitar o estádio Allianz Arena. Se for depois de visitar os palácios, basta pegar o ônibus 292 e saltar na estação de U6 Garching-Hochbrück. Na próxima estação ao sul, Fröttmaning, já fica o estádio.

Castelo de Neuschwanstein

Castelo de Neuschwanstein
Fonte: Flickr

O Castelo de Neuschwanstein é um dos mais visitados e famosos pontos turísticos da Alemanha, que ganhou fama internacional por ter servido de inspiração para os castelos nos parques da Disney.

Localizado em um rochedo, com arquitetura assimétrica e torres pontiagudas, sua história também contribuiu para sua fama. O rei Ludwig II foi quem mandou erguer essa enorme e extravagante construção nos arredores do lago Schwansee.

Saiba que o Castelo de Neuschwanstein tem inspiração nas óperas de Richard Wagner e na mitologia germânica. Apesar de sido iniciado em 1869 e 20 anos depois ter as áreas externas finalizadas, o Castelo de Neuschwanstein não foi concluído completamente.

Mesmo assim, os detalhes internos impressionam ainda hoje. Há uma grande mescla de estilos nos salões, como românico, bizantino, gótico e renascentista.

Para visitar o Castelo de Neuschwanstein, que fica a 5 km de Füssen, é preciso ir até o Centro de Informações Turísticas na vila de Hohenschwangau, onde se pega um ônibus que deixa os visitantes na Ponte Marienbrucke, com belas vistas.

Depois, é só fazer a visita ao Castelo de Neuschwanstein, sendo guiada ou não. A continuação óbvia do passeio é caminhar até o Castelo de Hohenschwangau e logo depois (caminhando) ir ao lago Alpsee.

Informações práticas – Abre todos os dias, tendo o custo de 13 €, mais 2,5 € como taxa da compra online. Vale a pena checar as informações no site oficial antes de adquirir os tickets. É essencial comprar os ingressos com antecedência.

Como chegar ao Castelo de Neuschwanstein?

O melhor é usar o trem (um trajeto leva 2h5min.). Quando os trens chegam a Füssen, já há ônibus esperando para levar à vila de Hohenschwangau, sendo o ônibus 78 o mais conhecido.

A partir da vila, você pode conhecer as atrações usando os ônibus pagos separadamente, que custam 3 € (ida e volta), a pé (é cansativo) ou de charrete (7 € a subida, 3,5 € a descida).

Há também a opção de uma excursão ao Castelo de Neuschwanstein saindo de Munique.

Palácio de Herrenchiemsee

8 Passeios de Bate-Volta saindo de Munique, Alemanha
Fonte: Wikimedia

O Palácio de Herrenchiemsee está localizado em Herreninsel, a maior ilha do lago Chiemsee.

O Palácio de Herrenchiemsee (Neues Schloss Herrenchiemsee) começou a ser construído a partir de 1878 a mando de Ludwig II, o mesmo idealizador do Castelo de Neuschwanstein.

A ideia de Ludwig II era erguer um palácio semelhante ao de Versailles. Há muitas semelhanças sim, como a Galeria dos Espelhos, porém o Palácio de Herrenchiemsee não foi finalizado.

Saiba que há tanto para ver dentro e fora do palácio, com destaque para a área da escada e os apartamentos reais.

O Palácio de Herrenchiemsee segue o estilo neo-barroco e traz muitas referências ao Rei da França Louis XIV, de que Ludwig II era grande admirador. Inclusive na Galeria dos Espelhos, há afrescos no teto em homenagem ao Rei francês.

Além da suntuosidade dos quartos, salas e galerias que foram finalizadas, vale muito a pena contemplar as belas fontes e o jardim grandioso.

Os Alpes Chiemgau se refletem no lago, deixando o cenário ainda mais especial.

Informações práticas – Abre todos os dias, com horários variáveis ao longo do ano. Ingresso adulto 9 €, incluindo a visita guiada de 35 minutos, que é a única forma de visitar o palácio por dentro. Para mais informações, acesse o site oficial. Há também tours guiados para Herrenchiemsee saindo de Munique.

Como chegar ao Herrenchiemsee em Chiemsee?

A partir de Munique, você deve pegar o trem para Prien am Chiemsee, que leva cerca de 1h. Da cidade saem os barcos para a ilha de Herreninsel.

No site oficial dos barcos em Chiemsee, há mais informações.

Nuremberg

Nuremberg
Fonte: Wikimedia

Nuremberg é mais uma opção de passeio bate-volta saindo de Munique, sendo uma cidade que se destaca pelo Centro Histórico restaurando e cercado por muros e também pelos monumentos, locais e museus relacionados ao Nazismo.

Nuremberg tem uma história antiga ligada ao Sacro Império Romano-Germânico. Por sua importância histórica foi escolhida como palco para os comícios e reuniões dos nazistas. Mas foi lá também que aconteceram os Julgamentos de Nuremberg.

Então, como você percebeu há muito para visitar na cidade, por essa razão quem tem mais tempo prefere se hospedar em Nuremberg.

Mas com apenas um dia já dá para sentir o gostinho da cidade, dedicando metade do dia para fotografar o Centro Histórico e até visitando o Castelo Kaiserburg, assim como antigas igrejas, como a dedicada a São Sebaldo e a São Lourenço, ambas do século XIII.

Em relação à história do Nazismo na cidade, vale a pena conhecer o museu Dokumentationszentrum Reichsparteitagsgelaende, no local onde aconteceram muitos comícios a partir da década de 1930.

É claro que na época do Natal, acontece um dos maiores mercados do tipo na Alemanha. E não deixe de provar também as salsichas típicas de Nuremberg.

Como ir de Munique a Nuremberg?

É muito fácil chegar à cidade usando os trens que partem da estação central de Munique. Com os trens regionais a viagem de bate-volta saindo de Munique leva 1h30min.

Salzburg

8 Passeios de Bate-Volta saindo de Munique, Alemanha
Fortaleza de Hohensalzburg no topo da cidade. Fonte: Wikimedia

Apesar de Salzburg fazer parte da Áustria, é possível chegar a cidade usado o “regional day ticket for Bavaria”.

Sem dúvida, é uma viagem corrida e há vantagens em se hospedar em Salzburg, mas você pode voltar bem tarde para Munique e, assim, aproveitar a cidade à noite, caso opte pelo bate-volta saindo de Munique.

Os destaques do turismo em Salzburg estão localizados no Centro Histórico, como a Casa de Mozart, com móveis originais da época e objetos que pertenceram a ele.

A visita à Casa de Mozart é rápida (sem contar as filas) e outros monumentos em Salzburg também merecem destaque. Não deixe de visitar a Catedral e Abadia de São Pedro por serem igrejas bem decoradas.

Outra atração imperdível é curtir as vistas para o Centro a partir da Fortaleza de Hohensalzburg. Apesar de ter exposições, para quem está passando apenas um dia em Salzburg, é melhor se focar apenas nas vistas.

Como ir de Munique a Salzburg?

A partir da estação central de Munique saem trens para Salzburg, que levam pelo menos 1h40min.

Regensburg

Regensburg
Fonte: Pixabay

Regensburg é a maior cidade medieval alemã preservada, banhada pelo Rio Danúbio e contando com um centro histórico milenar, que ainda hoje é habitado por 150 mil pessoas.

Dá para perceber que motivos para visitar Regensburg não faltam, afinal, é verdadeiramente uma cidade bem cuidada, com muitas construções medievais e barrocas.

Uma das principais atrações é a Ponte de Pedra (século XII), uma inovação para a época. Atravessando-a você terá belas vistas do Rio Danúbio e também da antiga prefeitura.

Outro destaque é a Catedral de São Pedro, com claro estilo gótico e belos vitrais. Sua construção levou muitos séculos, mas se iniciou por volta de 1275.

Não deixe de visitar também as barrocas e douradas basílicas da Natividade e de Nossa Senhora de Regensburg e também de Santo Emmeram. Para quem deseja conhecer a fundo a história da cidade, há o Historisches Museum.

Como ir de Munique para Regensburg?

Com os trens regionais que saem da estação central de Munique a vigem leva 1h40 min., já de carro espere ficar no mínimo 1h25min. na estrada.

Zugspitze

8 Passeios de Bate-Volta saindo de Munique, Alemanha
Fonte: Wikimedia

Zugspitze é o ponto mais alto da Alemanha, 2962 metros acima do nível do mar. Sua localização é na fronteira com a Áustria, apenas a 1h30min. de trem a partir de Munique.

Visitar o Zugspitze é interessante para quem curte paisagens deslumbrantes, com muitas montanhas, além de neve no inverno. Também é possível esquiar.

Esperamos que as dicas sobre passeios a partir de Munique tenham sido úteis! Saiba também onde vale a pena se hospedar em Munique, inclusive para quem precisa economizar!

Boa viagem!

Comparador de seguro viagem Seletor de hotéis

Teste o seletor de hotéis do Guia!

PLANEJAMENTO DE VIAGEM

Reserva de hotéis

RESERVA DE HOTÉIS

Utilize o nosso link do Booking para conseguir as melhores ofertas de hotéis, pousadas e albergues.

O Booking oferece muitas vantagens: preços baixos, cancelamento gratuito de reservas, não é cobrada taxa de reserva e geralmente o pagamento é realizado somente na hora do check-in ou do check-out, na acomodação.

Melhor localização

CHECAR LOCALIZAÇÃO

Encontrou um hotel, mas não tem certeza se ele é bem localizado? Tire a dúvida com esta ferramenta gratuita. Ela analisará a localização, de acordo com uma metodologia específica, e atribuirá uma nota.

Vale dizer que a melhor área possível para se hospedar é aquela área agradável, segura, com acesso ao transporte público, restaurantes e próxima aos principais pontos turísticos.

Melhores hotéis

SELETOR DE HOTÉIS

O Seletor de Hotéis é uma ferramenta online, totalmente gratuita, que seleciona os hotéis, hostels, apartamentos, pousadas e hotéis-fazenda mais adequados ao perfil do viajante. Por meio de um método matemático, o Seletor de Hotéis descobre os hotéis perfeitos para você em qualquer cidade do mundo.

A única coisa que o viajante deve fazer é elencar (de 1 a 5) suas prioridades em relação às características dos hotéis. Qual é a ordem de importância das características do hotel para o viajante? Por exemplo: melhor localização, menor preço, maior qualidade, mais reservado e tamanho do hotel.

Reserva de carros

ALUGUEL DE CARROS

O Rentcars é um comparador de preços para encontrar a melhor tarifa no aluguel de carros em mais de 140 países.

Há várias vantagens em utilizar o serviço: não há cobrança de IOF, você pode realizar parcelamento, são muitas locadoras comparadas e não há cobrança de taxa para emissão da sua reserva.

Além disso, por padrão estão inclusas nas diárias Rentcars: quilometragem livre, proteção básica e as taxas administrativas da locadora.

Melhores seguros viagem

SEGURO VIAGEM

Tá em dúvida sobre qual seguro viagem comprar? O SegurosPromo é um comparador de seguros viagem que te ajuda a encontrar os melhores preços das principais seguradoras.

Utilize o nosso link para conseguir os preços mais baixos, bem como o cupom de desconto NOMADEDIGITAL5 para ganhar 5% de desconto.

Podcast de viagem

GUIA DE VIAGEM

O Papo Viagem Podcast é um guia de viagem em áudio gratuito sobre vários destinos que conhecemos.

Nós contamos a nossa experiência nas cidades e passamos dicas sobre onde se hospedar, melhor época para viajar, atrações e muito mais.

Loja do viajante

LOJA DO VIAJANTE

Sabe quando você utiliza um check-list de viagem e descobre que faltam alguns itens para a sua bagagem?

Selecionamos produtos importantes que nós utilizamos e recomendamos você levar na sua viagem. Eles estão apresentados na Loja do Viajante

Sobre o autor

Internacionalista, jornalista e viajante apaixonada por cultura e história, todos os dias eu consigo unir minhas paixões escrevendo no Guia do Nômade Digital. Acredito que ler e se informar transformam as férias em uma experiência inesquecível. Já escrevi um guia de viagem sobre a Cidade do México e apresentei mais de 80 episódios do Papo Viagem Podcast.

1 Comentário

Deixe um Comentário

error: Conteúdo protegido.