Tristão da Cunha: o fim do mundo!

Descubra as belezas de Tristão da Cunha, a ilha habitada mais remota do mundo!

Tristão da Cunha: o fim do mundo!

Fonte: Wikimedia

O lugar mais distante e longe de tudo que você possa imaginar não se compara a Tristão da Cunha, a ilha habitada mais remota do mundo. O isolamento da ilha é de 2.400 km, essa é a distância da porção de terra povoada mais próxima, Santa Helena.

Tristão da Cunha faz parte do território ultramarino britânico de Santa Helena, mesmo com toda a distância mencionada acima. As outras regiões próximas a Tristão da Cunha são a África do Sul (2.816 km) e a América do Sul (3.360 km).

Tristão da Cunha: o fim do mundo!

Fonte: Google Maps

Mas o nome “Tristão da Cunha” nos parece familiar. O nome da ilha vem do primeiro europeu a estar no local, o português Tristão da Cunha, isso em 1506. Imagine como era difícil chegar a partes tão remotas do planeta no começo do século XVI. Uma aventura gigantesca e muito perigosa.

Contudo, o primeiro residente permanente só chegaria a Tristão da Cunha mais de 300 anos depois, muito em função do isolamento da ilha. Foi o norte-americano Jonathan Lambert que viveu na ilha entre 1810 e 1812, quando faleceu em uma pescaria.

Em 1816, Tristão da Cunha foi anexado ao Reino Unido e desde essa época pertence aos britânicos, sendo um povoamento atual de pouco mais 250 habitantes. Essa comunidade foi fundada pelo escocês William Glass.

Tristão da Cunha: o fim do mundo!

Fonte: Wikimedia

A capital da ilha chama-se Edimburgo dos Sete Mares, não por causa do fundador, mas porque um príncipe britânico sugeriu no século XIX. O príncipe estava em uma viagem de volta ao mundo bastante ousada, pois não deixou nem Tristão da Cunha fora do roteiro.

A pequena ilha possui uma boa qualidade de vida, com a maioria dos seus habitantes sendo agricultores e, muitas vezes, também desempenhado funções públicas. Da agricultura vêm as batatas, que são comidas em todas as refeições, e do mar vem graúdas lagostas, exportadas para diversas partes do mundo.

Algo muito interessante é que desde a fundação da pequena comunidade no século XIX, a cooperação e igualdade são os norteadores da vida social. As terras são comunitárias e as pessoas vivem com padrão de vida semelhante.

Isso faz todo sentido, pois todos possuem algum grau de parentesco. Há apenas 7 sobrenomes diferentes: Glass, Green, Hagan, Lavarello, Repetto, Rogers e Swain. Os casamentos consanguíneos são comuns, mas não há doenças sérias derivadas disso.

Tristão da Cunha: o fim do mundo!

Fonte: Wikimedia

Além da ilha principal de Tristão da Cunha, há ainda ilhas desabitadas nas proximidades: a Ilha Inacessível, a Ilha Nightingale e a Ilha Gough. Nessas ilhas existem espécies de pinguins e até mesmo aves endêmicas da região.

Sem dúvida há muita beleza nesses pequenos pedaços de terra ao sul do Atlântico Sul, mas chegar e sair de lá não é fácil. A única opção são os navios que vão em direção a Antártida, que demoram dias para chegar a Tristão da Cunha e muito mais do que isso para retornar a ilha e te levar embora.

 

Você toparia viajar para Tristão da Cunha? Deixe sua opinião!


Como descobrir os melhores hotéis para sua próxima viagem: Use o Seletor de Hotéis

O Seletor de Hotéis é uma ferramenta online, totalmente gratuita, que seleciona os hotéis mais adequados ao perfil do viajante. Por meio de um método matemático, o Seletor de Hotéis descobre os hotéis perfeitos para você em qualquer cidade do mundo.

A única coisa que o viajante deve fazer é elencar (de 1 a 5) suas prioridades em relação às características dos hotéis. Qual é a ordem de importância das características do hotel para o viajante? Por exemplo: melhor localização, menor preço, maior qualidade, mais reservado e tamanho do hotel.

Há diversas combinações que podem ser feitas, trazendo como resultado os hotéis que mais se encaixam nas prioridades do viajante. Inclusive, é possível buscar hostels, apartamentos, pousadas e até hotel fazenda.

Então, faça uma pesquisa no Seletor de Hotéis, a ferramenta do Guia do Nômade Digital que ajuda os viajantes a economizar e se hospedar em bons hotéis mundo afora.

Boa viagem, Viajante!

 

[P.S: não se esqueça de reservar o seu hotel pelo nosso link do Booking. Você não paga nada a mais pela sua hospedagem e ainda ajuda o site. Obrigado!]

Posts que você deve ver também!

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Receber notificações de
avatar
error: Conteúdo protegido.