Menu
Itens para Viagem

Como é se hospedar em Hostel? Dicas para escolher o melhor hostel

Atualizado em: 4 de julho de 2020

Os hostels são hospedagens importantes, porque tornam cidades muito caras para se hospedar em locais mais acessíveis, permitindo verdadeiramente viagens econômicas. Porém, é comum se questionar como é se hospedar em hostel.

Neste artigo queremos te mostrar as principais características dos hostels, itens que você deve estar atento e ainda nossa experiência em ficar em hostels.

Para encontrar os melhores hostels pelo mundo, recomendamos o Booking, que é site de reservas que sempre usamos e possui variedade de hospedagens.

Como é um hostel?

Como é um hostel?
Guarda volume é fundamental em um hostel. Fonte: Pixabay

A principal característica dos hostels é ser um local para compartilhar, desde os dormitórios conjuntos até o uso da cozinha e dos espaços de convivência. Então, pessoas que não se conhecem dividem os mesmos espaçosos.

É comum que os hostels tenham equipes cordiais e que te apresentarão dicas de viagem e passeios, mas eles não vão te servir.

Esse tipo de hospedagem é para quem não se importa em arrumar sua própria cama, lavar a louça que sujou e fazer o café da manhã (em alguns casos).

A maioria dos hostels bem estruturados que nos hospedamos possui dormitórios compartilhados, onde você aluga apenas uma cama, e quartos privativos (duplos, triplos, quádruplos), com ou sem banheiro compartilhado.

Saiba que os dormitórios variam muito, podendo abrigar de 4 até mais de 16 pessoas, diferenciando-se por sexos, mas há dormitórios mistos.

O importante é encontrar hostels com dormitórios com menos de 10 camas e que o quarto seja espaçoso, tendo ou não banheiro específico para cada quarto.

Se tiver um banheiro para cada dormitório, a hospedagem ganha pontos em qualidade.

Você deve saber que mesmo que muitos hostels sejam iguais na estrutura dos quartos, a experiência pode ser bem diferente. Isso se deve a proposta do lugar, podendo ser hostels familiares, party hostels e até para intercambistas.

Esses são os três tipos de hostels que já nos hospedamos.

Os hostels familiares costumam ser menores e são gerenciados pelos próprios donos, sendo locais procurados por famílias, casais e viajantes mais velhos. Quem é mais tranquilo e tem sono leve se beneficia desse tipo de hospedagem.

Já os party hostels costuma ser hostels grandes e com bar ou restaurante, ideais para quem está viajando sozinho e quer conhecer outros viajantes em festas.

Nesse tipo de hostel, escolher dormitórios com menos camas ou quartos privativos diminuem as chances de se incomodar com barulho e bêbados.

Já os hostels para intercambistas são encontrados em países para estudar inglês. Como há moradores de longo período, a interação não é das melhores, porque há panelinhas formadas.

Quais são as comodidades de um bom hostel?

Quais são as comodidades de um bom hostel?
Acomodações do Solar63 Hostel, um excelente hostel em Porto Alegre

Agora você já sabe como é um hostel, porém é importante entender que mesmo sendo uma hospedagem onde os hóspedes dividem os espaços, o local deve ter algumas comodidades básicas.

A maioria esmagadora dos hostels possui cozinha que os hóspedes podem usar, inclusive com ingredientes básicos para cozinhar. No nosso artigo sobre como economizar com alimentação em viagens, falamos sobre como é possível economizar tendo uma cozinha disponível.

Então, sempre reserve um hostel com cozinha e só abra mão do café da manhã incluso na diária se o hostel for super elogiado e bem localizado.

Talvez ainda mais importantes do que a cozinha são os banheiros. Poucos banheiros para muitos hóspedes se transformam em uma dor de cabeça, seja por causa da limpeza ou por ter que esperar para fazer o básico, como tomar banho.

Para ter noção da situação dos banheiros, os comentários em sites como Booking devem ser analisados. Se há algum inconveniente com os banheiros, rapidinho você descobrirá com os comentários, principalmente dos brasileiros, que são mais rígidos nesse quesito.

Como os hostels têm muitas áreas compartilhadas, é fundamental que haja guarda volume individual com tamanho para uma mochila média ou grande.

É no guarda volume (locker) que você poderá deixar seus itens de valor e também documentos. Sempre leve um cadeado próprio, porque nem todos os hostels o oferecem.

Se os hostels são locais de convivência, faz sentido que a hospedagem tenha boas áreas para a interação entre os viajantes, com locais para sentar, conversar e até áreas de jogos.

Atualmente, os hostels mais modernos e com qualidade excelente disponibilizam cortina na cama, tomada e lâmpada individuais, permitindo mais conforto e tranquilidade. Vi muitos desses hostels na Ásia e espero que eles se tornem maioria.

Vantagens e desvantagens em se hospedar em hostel

Como é se hospedar em Hostel? Dicas para escolher o melhor hostel
O moderno Pinto Hostel, um dos melhores em hostels em Bangkok

As vantagens dos hostels vêm do fato da maioria ser bem localizado e ter bons preços frente aos hotéis. Eles tornam cidades caras acessíveis financeiramente aos mochileiros e viajantes econômicos, principalmente para quem viaja sozinho.

Além disso, pesquisando bastante é possível encontrar um hostel com boa estrutura e que ainda possibilite conhecer outros viajantes. Os passeios e tours organizados pela hospedagem também são oportunidades para a interação, além das festas.

A principal desvantagem dos hostels é ocasionada quando se dorme em dormitório compartilhado, porque nem todos os viajantes seguem as regras. Há gente porca, barulhenta e sem o mínimo de noção para conviver com o outro.

Assim, se você tem o sono muito leve, é melhor optar por um quarto privativo, porque uma noite não dormida acaba se transformando em um dia pouco proveitoso.

Além disso, é fundamental que você entenda se o perfil do hostel tem a ver como o seu perfil de viajante, se é familiar ou de festa.

Por exemplo, nós somos viajantes mais tranquilos e preferimos descansar durante a noite, logo um hostel familiar é mais adequado.

E hostel é seguro?

Se você encontrar um hostel elogiado e que tenha locker, além de agir como um brasileiro precavido, os hostels se tornam tão seguros quanto pousadas e hotéis.

A questão é realmente se hospedar em um lugar bom, com guarda volume e sempre usar cadeado inclusive na sua mochila.

Como escolher um hostel ou albergue?

Como é se hospedar em Hostel? Dicas para escolher o melhor hostel
Área de convivência do Ok Hostel Madrid

Nós recomendamos o site Booking para encontrar albergues excelentes.

Faça a pesquisa para hostels com nota 8 ou superior, preferindo os mais próximos a nota 9.

Depois, leia o máximo de comentários que você puder, filtrando inclusive para comentários em português.

Ler comentários de viajantes brasileiros é interessante, porque eles têm a mesma base cultural que você e normalmente a mesma preocupação com segurança e nível de higiene.

Com os hostels selecionados, é preciso ler todas as informações no Booking, para ter certeza do que está ou não incluso no valor da diária.

Vale a pena conferir no mapa a localização do hostel e até andar por lá com o Google Street View.

Recomendamos que você reserve a hospedagem com meses de antecedência, porque assim suas chances de upgrade para um quarto melhor (ou com menos camas) serão maiores. Isso já aconteceu conosco várias vezes.

Nossa experiência em hostel ao redor do mundo

Nós tivemos experiências diversas em hostels, umas boas e outras não tanto.

No nosso primeiro hostel em Londres, os hóspedes eram mochileiros mesmo e estavam focados em conhecer a cidade. Todos respeitavam as regras e, por isso, tudo funcionou super bem.

Na Malásia, Cingapura, Peru e Chile também não tivemos problemas. Porém, na Austrália e Nova Zelândia a situação mudou.

Esses dois países são muito procurados por intercambistas e esses estudantes ficam nos hostels por meses. Assim, se acham donos do lugar e formam panelinhas.

Nunca nos hospedamos em hostel no Brasil porque a rede hoteleira de várias cidades possui pousadas para diversos bolsos, inclusive pousadas econômicas.

Mas estamos percebendo (através de nossas pesquisas) uma melhora constante dos hostels no Brasil, focando na estrutura dos dormitórios e no café da manhã. O Brasil está se tornando um bom lugar para se hospedar em hostel.

O que levar ao se hospedar em hostel?

  • Ao se hospedar em hostel, sempre leve dois cadeados, um para o locker e outro para sua mochila. Nós gostamos de usar os cadeados com senha na mochila até mesmo nos hotéis;
  • Vale a pena levar tapa olho. Há quem consiga dormir com protetor auricular, uma ajuda contra possíveis barulhos;
  • Nós não levávamos lençol nem fronha, porque não tínhamos espaço na mala. Caso você queira garantir, dá para levar esses dois itens, principalmente quando são feitos de tecido fino;
  • Porém, sempre levamos nossa toalha de banho de microfibra, que não é muito gostosa para se enxugar, mas quase não ocupa espaço, além de secar rápido;
  • Chinelo para tomar banho nos banheiros compartilhados é imprescindível. Nós sempre tínhamos sabonete, shampoo, condicionador e todos os itens de higiene que necessitávamos.

Esperamos que as dicas sobre como é se hospedar em hostel tenham sido úteis! Saiba que nós temos vários artigos sobre hospedagem em viagem, assim como um post especial sobre como usar o Airbnb!

Boa viagem, viajante!

Comparador de seguro viagem Seletor de hotéis

Teste o seletor de hotéis do Guia!

PLANEJAMENTO DE VIAGEM

Reserva de hotéis

RESERVA DE HOTÉIS

Utilize o nosso link do Booking para conseguir as melhores ofertas de hotéis, pousadas e albergues.

O Booking oferece muitas vantagens: preços baixos, cancelamento gratuito de reservas, não é cobrada taxa de reserva e geralmente o pagamento é realizado somente na hora do check-in ou do check-out, na acomodação.

Melhor localização

CHECAR LOCALIZAÇÃO

Encontrou um hotel, mas não tem certeza se ele é bem localizado? Tire a dúvida com esta ferramenta gratuita. Ela analisará a localização, de acordo com uma metodologia específica, e atribuirá uma nota.

Vale dizer que a melhor área possível para se hospedar é aquela área agradável, segura, com acesso ao transporte público, restaurantes e próxima aos principais pontos turísticos.

Melhores hotéis

SELETOR DE HOTÉIS

O Seletor de Hotéis é uma ferramenta online, totalmente gratuita, que seleciona os hotéis, hostels, apartamentos, pousadas e hotéis-fazenda mais adequados ao perfil do viajante. Por meio de um método matemático, o Seletor de Hotéis descobre os hotéis perfeitos para você em qualquer cidade do mundo.

A única coisa que o viajante deve fazer é elencar (de 1 a 5) suas prioridades em relação às características dos hotéis. Qual é a ordem de importância das características do hotel para o viajante? Por exemplo: melhor localização, menor preço, maior qualidade, mais reservado e tamanho do hotel.

Reserva de carros

ALUGUEL DE CARROS

O Rentcars é um comparador de preços para encontrar a melhor tarifa no aluguel de carros em mais de 140 países.

Há várias vantagens em utilizar o serviço: não há cobrança de IOF, você pode realizar parcelamento, são muitas locadoras comparadas e não há cobrança de taxa para emissão da sua reserva.

Além disso, por padrão estão inclusas nas diárias Rentcars: quilometragem livre, proteção básica e as taxas administrativas da locadora.

Melhores seguros viagem

SEGURO VIAGEM

Tá em dúvida sobre qual seguro viagem comprar? O SegurosPromo é um comparador de seguros viagem que te ajuda a encontrar os melhores preços das principais seguradoras.

Utilize o nosso link para conseguir os preços mais baixos, bem como o cupom de desconto NOMADEDIGITAL5 para ganhar 5% de desconto.

Podcast de viagem

GUIA DE VIAGEM

O Papo Viagem Podcast é um guia de viagem em áudio gratuito sobre vários destinos que conhecemos.

Nós contamos a nossa experiência nas cidades e passamos dicas sobre onde se hospedar, melhor época para viajar, atrações e muito mais.

Loja do viajante

LOJA DO VIAJANTE

Sabe quando você utiliza um check-list de viagem e descobre que faltam alguns itens para a sua bagagem?

Selecionamos produtos importantes que nós utilizamos e recomendamos você levar na sua viagem. Eles estão apresentados na Loja do Viajante

Sobre o autor

Internacionalista, jornalista e viajante apaixonada por cultura e história, todos os dias eu consigo unir minhas paixões escrevendo no Guia do Nômade Digital. Acredito que ler e se informar transformam as férias em uma experiência inesquecível. Já escrevi um guia de viagem sobre a Cidade do México e apresentei mais de 80 episódios do Papo Viagem Podcast.

Sem Comentários

    Deixe um Comentário

    error: Conteúdo protegido.