Menu
América do Sul

O que fazer em Montevidéu? 20 Pontos Turísticos de Montevidéu

Atualizado em: 7 de julho de 2020

Montevidéu é um dos principais destinos de viagem dos brasileiros, exatamente por estar próximo e possuir ótimas atrações turísticas, principalmente culturais e gastronômicas. Portanto, há muito o que fazer em Montevidéu!

No post de hoje, selecionamos mais de 20 pontos turísticos de Montevidéu para diversos gostos e bolsos, com foco no que achamos mais interessante durante nossa viagem a Montevidéu.

Com o índice abaixo, você pode ir primeiro para a seção que mais te interessa, mas recomendamos ler o artigo todo.

Depois, leia também nossas dicas especiais nos artigos sobre onde se hospedar em Montevidéu nos melhores bairros (e quais evitar) e sobre como escolher o Seguro Viagem ao Uruguai mais adequado e econômico!

O que fazer em Montevidéu, Uruguai? + 20 Pontos turísticos de Montevidéu

Atrações da Ciudad Vieja e Centro de Montevidéu

Palácio Salvo na Plaza Independencia
Palácio Salvo na Plaza Independencia

A maioria dos pontos turísticos de Montevidéu está localizada na Ciudad Vieja e no Centro.

Nessas regiões centrais da cidade, a Plaza Independencia é o local mais conhecido, início dos passeios pelo centro.

Na Plaza Independencia está o mais conhecido cartão-postal de Montevidéu, o Palácio Salvo, que já foi o prédio mais alto da América do Sul.

O Palácio Salvo foi construído pelo arquiteto italiano Mario Palanti e inaugurado em 1928.

Você pode fazer uma visita guiada ao Palácio Salvo, caso tenha tempo disponível, podendo conhecer a fundo a história e a arquitetura do local, além de apreciar as belas vistas.

O que fazer em Montevidéu, Uruguai?
Monumento a Artigas

Outro ponto turístico de Montevidéu que chama a atenção na Plaza Independencia é o Monumento a Artigas.

Nesse monumento está a estátua do General José Gervasio Artigas, herói nacional, e um mausoléu subterrâneo bem moderno. Vale dar uma passadinha no mausoléu, que tem entrada gratuita.

Nas proximidades da Plaza Independencia está o Teatro Solís, mas que por ser um das atrações de Montevidéu mais procuradas vamos trazer mais detalhes na próxima seção.

Saindo da Plaza Independencia, você encontrará uma porta bem grande, é a Puerta de la Ciudadela.

Esse portão é um dos poucos resquícios das antigas muralhas que cercavam a Ciudad Vieja. As muralhas foram demolidas em 1829, logo após a Independência, para que a cidade pudesse crescer.

Então, a Ciudad Vieja começa quando se passa pela Puerta de la Ciudadela em direção ao calçadão Sarandí.

O que fazer em Montevidéu, Uruguai?
Puerta de la Ciudadela

A Ciudad Vieja é a região mais histórica de Montevidéu, por isso abriga muitos prédios antigos e um clima típico de centro antigo, meio bagunçado para falar a verdade, mas com belas construções.

No calçadão Sarandí há lojas, gelaterias, ambulantes, museus, galerias e muitas construções com várias décadas de existência.

No começo do calçadão está localizado o Museu Torres García, ideal para quem quer conhecer o trabalho desse artista plástico uruguaio de renome internacional.

Perto do calçadão Sarandí, na Rua Rincón, há o Museu dos Andes 1972, dedicado às vítimas e aos sobreviventes do acidente na Cordilheira do Andes em 1972.

Os sobreviventes lutaram dois meses em um frio extremo até conseguirem ajuda. Essa história já foi retratada em filmes e é espantosa.

Continuando pelo calçadão, chega-se a Plaza Constitución, lugar histórico, porque a partir de lá os espanhóis administravam a cidade no prédio Cabildo, que você pode visitar.

Contudo, o grande destaque da Plaza Constitución é a Catedral Metropolitana de Montevidéu.

A Catedral Metropolitana nos surpreendeu. Completamente restaurada, belíssima e imperdível, a Catedral deve estar no seu roteiro de viagem a Montevidéu e é uma atração gratuita.

Outra praça conhecida na Ciudad Vieja é a Plaza Zabala. Há prédios históricos na Plaza Zabala, assim como o Museu de Artes Decorativas no Palácio Taranco, mas não achamos a Plaza nada demais.

A atração mais conhecida da Ciudad Vieja é o Mercado del Puerto, que fica bem próximo ao Rio da Prata.

Esse mercado é um espaço apenas para restaurantes que servem asado (churrasco) e parrilla, algo que os turistas adoram. Porém, saiba que é o lugar para comer mais turístico da cidade!

O prédio é bonito e nas proximidades há um mercado de artesanato.

Mercado del Puerto
Mercado del Puerto

Há outras atrações na Ciudad Vieja de Montevidéu, como: o Café Brasileiro, o mais charmoso e antigo da cidade; o Museu de Arte Pré-colombiana Indígena; e Las Ramblas, a beira-rio que é ideal para caminhar e vale a pena dar uma passadinha.

Já no Centro há também a Plaza da Intendencia, onde fica a prefeitura. Na Prefeitura, há um mirante com acesso totalmente de graça, chamado de Mirador de la Intendencia.

O Mirador de la Intendencia se destaca pela vista de 360º, assim como pela boa estrutura, com vidros trazendo segurança e placas indicativas com a história das construção mais emblemáticas.

Durante nossa viagem a Montevidéu, o elevador estava quebrado e não vimos à cidade do alto, infelizmente. Mas você pode ter mais sorte.

Caminhar pela movimentada Avenida 18 de Julio é outra atração do centro da cidade, já que essa é a principal avenida.

Lá você encontra várias lojas, casas de cambio com boas cotações, além de restaurantes, muitos frequentados por quem trabalha na região, ou seja, restaurantes baratos.

Perto da Intendencia e da Avenida 18 de Julio fica o Mercado Ferrando, um local com vários restaurantes e bela decoração moderna.

Vale destacar que andar a noite pelo Centro e Ciudad Vieja de Montevidéu não é seguro. Então, aproveite o dia nessas regiões. Inclusive, é por isso que recomendamos outros bairros para se hospedar em Montevidéu.

Teatro Solís

O Teatro Solís é um monumento histórico e marcante de Montevidéu. Apesar de não ser um teatro grande, sua decoração é cheia de detalhes e esplendor.

A história do Teatros Solís se confunde com a história de Montevidéu e do Uruguai. O país estava mergulhado na guerra civil, quando a elite local se reuniu para construir um espaço para as artes cênicas.

No ano de 1842 começaram as obras do teatro, que foram finalizadas em 1856. O Teatro Solís passou por várias reformas e ampliações, sendo que a reforma mais recente (1998) trouxe mais modernidade e acessibilidade ao local.

Atualmente, o Teatro Solís é patrimônio histórico, arquitetônico e cultural dos uruguaios.

Na visita guiada é explicada a história do monumento enquanto se adentra a diversos recintos.

As salas mais interessantes são a primeira sala, onde ocorreu a apresentação de inauguração do teatro, e a sala principal de espetáculos, com capacidade para mais de mil pessoas.

Com formato de ferradura e quatro andares, a sala de espetáculos é a principal atração do Teatro Solís e realmente impressiona.

A nossa conclusão é que vale a pena fazer a visita porque o Teatro Solís é muito belo e faz parte da história de Montevidéu.

Se você puder, complemente a visita guiada com a presença a um espetáculo. Será a cereja do bolo da sua viagem a Montevidéu.

Há visitas guiadas ao Teatro Solís em português, inglês e espanhol e o tempo de duração é menos de 1h. Não é preciso reservar com antecedência.

O custo para a visita guiada é de 90 UYU (pesos uruguaios) por pessoa.

Auditório del Sodre

Outra sala de espetáculos importante é o Auditório del Sodre.

Com uma acústica excelente, ótimos espetáculos e bastante procura, o Auditório del Sodre é o lugar para assistir a Orquestra Sinfônica, o Ballet Nacional e Coro Nacional, além de muitos artistas convidados.

Se você quer ter uma noite inesquecível, assistir a um espetáculo é uma das formas, além da boa oferta de apresentações econômicas.

Palácio Legislativo – Parlamento do Uruguai

Palácio Legislativo - Parlamento do Uruguai

Nenhum prédio de Montevidéu se compara ao Palácio Legislativo, por isso é a atração número um da cidade.

A sede do Poder Legislativo do Uruguai é uma construção grandiosa. Sua fachada com influência neoclássica possui colunas dóricas, cariátides (que são colunas em forma de mulher) e muito mármore.

O Palácio Legislativo começou a ser construído em 1906 e foi finalizado somente em 1925. A inauguração foi no mesmo ano do Centenário da Independência do Uruguai.

A visita ao Palácio Legislativo começa pela sala mais grandiosa, colorida e cheia de detalhes: é a Sala dos Passos Perdidos. Esse nome curioso se deve à acústica, que faz com quem esteja de um lado não escute o que acontece do outro lado.

A Sala dos Passos Perdidos é completamente decorada, principalmente com mármores, granitos e basaltos do próprio Uruguai.

Sinceramente, essa sala poderia fazer parte de qualquer palácio europeu, porque é absurdamente bela e as rochas são magníficas.

A visita ao Senado e a Câmara dos Deputados também não fica atrás em quesito de arquitetura e beleza. No Senado, o grande destaque é o trabalho em madeira de peroba paraguaia.

Com um estilo mais leve, claro e iluminado, a Câmara dos Deputados é extremamente harmônica, com predomínio de tons de marfim e dourado.

Há outras salas no Palácio que você poderá visitar, inclusive a biblioteca. A visita guiada ao Palácio Legislativo em Montevidéu custa 3 dólares americanos e acontece às 10h30min. e às 15h de segunda a sexta. Não precisa reservar.

Para mais informações, acesse o site oficial do Parlamento del Uruguay.

Mercado Agrícola

O que fazer em Montevidéu, Uruguai?

Perto do Palácio Legislativo fica o Mercado Agrícola, um complemento à visita ao Parlamento do Uruguai.

O Mercado Agrícola de Montevidéu é composto por uma estrutura de ferro típica dos mercados europeus, com obras decorativas na fachada.

Inaugurado em 1913, o Mercado Agrícola passou por diversas reformas, sendo definitivamente reaberto em 2013, um reduto de beleza no malcuidado bairro Goes.

Essa região sofre bastante com problemas econômicos, mas merece ser visitada por causa do Mercado Agrícola e do Palácio Legislativo.

O Mercado Agrícola é um mercado impecável, com diversos produtos uruguaios. Há diversas lojas com produtos diferenciados, como orgânicos, sem glúten e muitos outros, que inclusive podem render algumas lembrancinhas.

Há também vários restaurantes do Mercado Agrícola, desde frutos do mar até asado. O Mercado Agrícola funciona todos os dias das 9h às 20h. A entrada é gratuita.

Estádio Centenário

O que fazer em Montevidéu? Dicas e atrações!
Fonte: Wikimedia

Conhecer o Estádio Centenário é o tipo de passeio para quem gosta muito de futebol.

O palco da primeira Copa do Mundo é um estádio simples, com a cara da época em que foi construído. Porém, para os amantes do futebol, o Estádio Centenário é sagrado.

Há também um museu que conta a história de um dos estádios historicamente mais relevantes em todo o mundo.

Vale ressaltar que a visita é paga, em torno de 70 pesos por pessoa. Mas você pode aproveitar os parques ao redor sem pagar nada e apenas fotografar o estádio.

Melhores parques de Montevidéu

Parque Rodó
Parque Rodó

Nos dias de sol, dar uma passadinha no parque deixa o dia mais leve e relaxante. Há dois parques principais em Montevidéu: Parque Rodó e o Parque do Prado. O Parque Rodó é o mais fácil de ser visitado, porque fica entre o Centro e Punta Carretas.

No Parque Rodó, há um grande lago, áreas para descansar, o Pátio Andaluz e o Museu Nacional de Artes Visuais. Esse museu possui pinturas uruguaias diversas, é gratuito e, por não ser grande, propicia uma visita pouco desgastante.

O Parque do Prado é conhecido por ter em seu interior o Jardim Botânico e o Rosedal (jardim de rosas).

Apesar de mais distante das áreas turísticas, o Parque do Prado é ideal para quem visita Montevidéu no verão ou na primavera.

Nas proximidades fica o Museu Juan Manuel Blanes, com quadros de um dos mais importantes pintores uruguaios. Se você for ao parque, dê uma passadinha no museu, que tem uma grande e importante coleção de arte uruguaia.

Ali perto do Parque do Prado está localizada a Iglesia de las Carmelitas, uma bela igreja em estilo gótico que você pode visitar se der sorte de encontrá-la aberta.

O que fazer em Pocitos e Punta Carretas, Montevidéu?

O que fazer em Pocitos e Punta Carretas, Montevidéu?
Ramblas

Dois lugares que recomendamos para se hospedar em Montevidéu também rendem bons passeios. São os bairros de Pocitos e Punta Carretas.

Esses bairros possuem muitas opções de restaurantes e bares e são as melhores opções para jantar, quando o centro fecha quase que por inteiro.

Em Punta Carretas, está o melhor shopping da cidade, o Punta Carretas Shopping. Além de várias lojas locais, o Punta Carretas Shopping tem uma boa praça de alimentação.

Pertinho do shopping, há uma bela Igreja, a Igreja de Nossa Senhora do Sagrado Coração, com uma arquitetura externa interessante.

Ainda em Punta Carretas, você pode curtir o pôr do sol nas Ramblas e nas proximidades do Farol, um passeio bem comum entre os residentes.

Já em Pocitos, além do charme das construções do bairro e de vários cafés, restaurantes e bares de qualidade, você pode ir até o letreiro de Montevidéu, que fica na Rambla República del Perú.

Em Pocitos está a praia urbana mais conhecida de Montevidéu. No inverno, as pessoas apenas caminham na faixa de areia, mas no verão ela é bastante utilizada.

Saiba que a praia é bem simples, mas dá um charme a mais a Las Ramblas.

Cidades próximas a Montevidéu

O que fazer em Montevidéu, Uruguai?
Colonia del Sacramento é o passeio mais longe da capital

Se você tem 3 dias inteiros ou mais na capital, vale a pena incluir passeios de bate-volta saindo de Montevidéu.

No nosso artigo especial há os 5 melhores passeios a partir de Montevidéu em detalhes, incluindo cidades do Uruguai excelentes para turistar, assim como dicas de vinícolas nos arredores da capital.

O que fazer em Montevidéu com chuva?

O que fazer em Montevidéu, Uruguai?
Degustação de vinhos uruguaios. Fonte: Tripadvisor

Pensando em te ajudar quando a chuva aparecer, nós selecionamos algumas atividades para o que fazer em Montevidéu com chuva.

Como a capital do Uruguai possui muita influência oceânica, então, relatos de viajantes surpresos com a chuva não faltam.

Quando a chuva aperta de verdade, é até difícil por os pés para fora da hospedagem. Mas em vez de ficar comendo o dia todo no hotel, descubra as comidas típicas do Uruguai.

A opção mais conhecida é visitar o Mercado del Puerto, que é um mercado fechado onde estão vários restaurantes, a maioria bastante turística.

Os restaurantes no Mercado del Puerto costumam servir parilla, que é a forma uruguaia de assar pedaços de carne, miúdos e embutidos.

Vale também visitar o Mercado Agrícola de Montevidéu, menos turístico, mas muito interessante, principalmente pela arquitetura.

Você também pode visitar o Café Brasileiro, o mais antigo de Montevidéu, localizado na Ciudad Vieja.

No bairro Pocitos, também há muitos cafés e restaurantes excelentes. Opções de lugares para comer bem em Montevidéu não faltam e você ainda pode aproveitar os vinhos da região.

O Uruguai é conhecido pelos vinhos da uva Tannat, que se adaptou bem ao clima do país. Uma das melhores opções sobre o que fazer em Montevidéu com chuva é aproveitar os vinhos do país.

A opção mais simples e preguiçosa é provar vinhos nos restaurantes ou comprar uma garrafa e beber na hospedagem. Mas se você quer aprender mais sobre os vinhos uruguaios, visitar uma vinícola (bodega) é uma escolha interessante.

Há várias vinícolas nas proximidades de Montevidéu, sendo a mais conhecida a Bodega Bouza, inclusive há bons tours para Bodega Bouza e você nem precisará se preocupar em organizar o passeio.

Outra sugestão sobre o que fazer em dias de chuva em Montevidéu é participar de visitas guiadas aos prédios históricos

O Teatro Solís é um dos melhores passeios para os dias de chuva, seja para um tour guiado ou para assistir a uma apresentação.

Caso você queria assistir a uma apresentação teatral, concerto ou show, o Auditorio del Sodre é outra alternativa, com programação variada e bons preços.

Um lugar que você deve visitar em Montevidéu é o Palácio Legislativo, uma construção belíssima, talvez, a mais bonita de todo o país.

Também é possível participar do tour guiado ao Palácio Salvo, o cartão-postal de Montevidéu.

O que visitar em Montevidéu com chuva também passa pelos museus. Como os museus de Montevidéu são pequenos, a visita não se torna cansativa.

Algumas opções de museus em Montevidéu são: Museu Histórico Nacional, para entender a história do Uruguai; Museu de Artes Decorativas; e Museu Andes 1972, que conta a história do acidente aéreo nos Andes.

Como você está de férias, procure aproveitar também a noite, mesmo com chuva. A vida noturna em Montevidéu se concentra no bairro de Pocitos, onde existem bons restaurantes e bares.

O bar mais conhecido e que você encontrará em todos os sites de viagem é o Baar Fun Fun, que tem apresentações de tango. Mas há outros bares, como o Tabaré e El Pony Pisador.

As discotecas e baladas são chamadas de boliches, então, não se confunda e vá ao boliche dançar e se esquecer do tempo feio.

Mapa com os pontos turísticos de Montevidéu

Confira no mapa a localização de todos os pontos turísticos de Montevidéu mencionados neste artigo.

Basta clicar no “botão com seta” para acessar a legenda do mapa.

História de Montevidéu

A história de Montevidéu começou com os povos indígenas, como os Tapes, também presentes no Brasil.

Apesar da região ter recebido europeus nos séculos XVI e XVII, foi só a partir de 1723 que foram dados os primeiros passos para a formação da cidade.

Até essa época viviam alguns brasileiros e portugueses no local, mas que foram expulsos pelos espanhóis.

Inicialmente, colonos de Buenos Aires vieram se assentar na cidade, com a chegada posterior de espanhóis das Ilhas Canárias, além de africanos escravizados.

Em 1726, o pequeno povoado ganhou o título de cidade e recebeu o nome de San Felipe y Santiago de Montevideo, que viraria a se tornar apenas Montevidéu.

A cidade de Montevidéu cresceu devido ao comércio e à pecuária, além da relação comercial com Buenos Aires. Porém, o século XIX foi bastante conturbado na cidade.

Em 1807, Montevidéu foi invadida pelos ingleses, que foram derrotados pelos orientais (moradores uruguaios).

Em 1810, com a Revolução de Maio na Argentina e subsequente independência, Montevidéu manteve-se fora das Províncias Unidas do Rio da Prata.

Os espanhóis fugidos da Argentina foram inclusive abrigados na cidade, mas por pouco tempo.

A partir de 1816, Montevidéu e o Uruguai caíram sob domínio português, tornando-se a Província Cisplatina, que só veio a mudar de situação com a Independência do Brasil e posterior revolução no Uruguai.

Em 1828, o Uruguai se tornou um país independente e Montevidéu passou a ser sua capital.

Contudo, a luta pelo poder se estendeu até meados do século XIX, quando uma guerra civil entre os dois partidos mais importantes eclodiu.

O século XX foi de muitas mudanças, a começar pela grande imigração de espanhóis e italianos, fazendo com que a cidade crescesse como nunca antes.

Até a primeira metade do século XX, muitas construções importantes foram erguidas e a cidade se modernizou.

Atualmente, com uma população de quase 1,4 milhão, Montevidéu é uma cidade que tem muito do seu passado nos prédios históricos e conserva relações estreitas com a Argentina e o Brasil.

Por ser um país pequeno, momentos bons e ruins na Argentina e no Brasil afetam demais a cidade e todo o país.

Em relação ao turismo não é diferente, Montevidéu recebe muitos brasileiros e argentinos, sendo um destino bastante na América do Sul pelos próprios sulamericanos.

Gostou das dicas e atrações sobre o que fazer em Montevidéu? Então, leia também nosso artigo com dicas para acertar na escolha do Seguro Viagem ao Uruguai!

Boa viagem, Viajante!

Comparador de seguro viagem Seletor de hotéis

Teste o seletor de hotéis do Guia!

PLANEJAMENTO DE VIAGEM

Reserva de hotéis

RESERVA DE HOTÉIS

Utilize o nosso link do Booking para conseguir as melhores ofertas de hotéis, pousadas e albergues.

O Booking oferece muitas vantagens: preços baixos, cancelamento gratuito de reservas, não é cobrada taxa de reserva e geralmente o pagamento é realizado somente na hora do check-in ou do check-out, na acomodação.

Melhor localização

CHECAR LOCALIZAÇÃO

Encontrou um hotel, mas não tem certeza se ele é bem localizado? Tire a dúvida com esta ferramenta gratuita. Ela analisará a localização, de acordo com uma metodologia específica, e atribuirá uma nota.

Vale dizer que a melhor área possível para se hospedar é aquela área agradável, segura, com acesso ao transporte público, restaurantes e próxima aos principais pontos turísticos.

Melhores hotéis

SELETOR DE HOTÉIS

O Seletor de Hotéis é uma ferramenta online, totalmente gratuita, que seleciona os hotéis, hostels, apartamentos, pousadas e hotéis-fazenda mais adequados ao perfil do viajante. Por meio de um método matemático, o Seletor de Hotéis descobre os hotéis perfeitos para você em qualquer cidade do mundo.

A única coisa que o viajante deve fazer é elencar (de 1 a 5) suas prioridades em relação às características dos hotéis. Qual é a ordem de importância das características do hotel para o viajante? Por exemplo: melhor localização, menor preço, maior qualidade, mais reservado e tamanho do hotel.

Reserva de carros

ALUGUEL DE CARROS

O Rentcars é um comparador de preços para encontrar a melhor tarifa no aluguel de carros em mais de 140 países.

Há várias vantagens em utilizar o serviço: não há cobrança de IOF, você pode realizar parcelamento, são muitas locadoras comparadas e não há cobrança de taxa para emissão da sua reserva.

Além disso, por padrão estão inclusas nas diárias Rentcars: quilometragem livre, proteção básica e as taxas administrativas da locadora.

Melhores seguros viagem

SEGURO VIAGEM

Tá em dúvida sobre qual seguro viagem comprar? O SegurosPromo é um comparador de seguros viagem que te ajuda a encontrar os melhores preços das principais seguradoras.

Utilize o nosso link para conseguir os preços mais baixos, bem como o cupom de desconto NOMADEDIGITAL5 para ganhar 5% de desconto.

Podcast de viagem

GUIA DE VIAGEM

O Papo Viagem Podcast é um guia de viagem em áudio gratuito sobre vários destinos que conhecemos.

Nós contamos a nossa experiência nas cidades e passamos dicas sobre onde se hospedar, melhor época para viajar, atrações e muito mais.

Loja do viajante

LOJA DO VIAJANTE

Sabe quando você utiliza um check-list de viagem e descobre que faltam alguns itens para a sua bagagem?

Selecionamos produtos importantes que nós utilizamos e recomendamos você levar na sua viagem. Eles estão apresentados na Loja do Viajante

Sobre o autor

Internacionalista, jornalista e viajante apaixonada por cultura e história, todos os dias eu consigo unir minhas paixões escrevendo no Guia do Nômade Digital. Acredito que ler e se informar transformam as férias em uma experiência inesquecível. Já escrevi um guia de viagem sobre a Cidade do México e apresentei mais de 80 episódios do Papo Viagem Podcast.

Sem Comentários

    Deixe um Comentário

    error: Conteúdo protegido.