Menu
Europa

O que fazer em Marselha (Marseille)? 14 Pontos Turísticos de Marselha

Atualizado em: 11 de setembro de 2020

Marselha é a cidade francesa mais subvalorizada no quesito turismo, mesmo sendo a porta de entrada para a Provença. Mas saiba que há muito o que fazer em Marselha.

Sua história rica, museus de primeira e belezas naturais ainda não foram suficientes para superar o passado de cidade insegura, mesmo sendo mais segura do que Paris atualmente.

Capital da região da Provença-Alpes-Cotê d’Azur, Marselha é a melhor base para fazer turismo na Provença. Além de ser mais barata para se hospedar do que nesse pedacinho super turístico da França.

A seguir apresentamos as melhores atrações turísticas de Marselha, com dicas que te ajudaram a montar seu roteiro de viagem!

Depois, leia também nosso artigo especial sobre onde ficar em Marselha, com sugestões dos melhores bairros e hotéis para vários bolsos!

O que fazer em Marselha, França?

Você pode utilizar o índice abaixo para ir direto à seção que mais te interessa, mas recomendamos que você leia todo o artigo para não ficar com dúvidas.

Principais pontos turísticos de Marselha, Provença

Basílica de Notre-Dame de la Garde com o Forte Saint Nicolas à frente
Basílica de Notre-Dame de la Garde com o Forte Saint Nicolas à frente
  • Vieux Port
  • Le Panier
  • Museu das Civilizações da Europa e do Mediterrâneo (MuCEM)
  • Museu da História de Marselha
  • Basílica Notre-Dame de la Garde
  • Abadia de Saint Victor
  • Catedral de Marselha
  • Fortes Saint Jean e Saint Nicolas
  • Palácio Longchamp
  • Parque Borély
  • Estádio do Velódromo – Olympique de Marseille
  • Arquipélago Frioul
  • Parque Nacional dos Calanques

Vieux Port em Marselha

Vieux Port em Marselha

O coração de Marselha é o Porto Velho ou Vieux Port. É ao redor dele que as pessoas se encontram, que os fortes foram construídos e que a cidade nasceu. A relação de Marselha com o mar é muito antiga.

Além disso, você vai encontrar de tudo na região, desde pontos turísticos de Marselha até artistas de rua e turistas, pescadores vendendo frutos do mar e muitos barcos.

Vale a pena curtir o pôr do sol no Vieux Port e é algo que os moradores fazem bastante.

Aliás, há inclusive passeios de barco para ver o pôr do sol por diversos ângulos, como o tour ofertado pelo Get Your Guide.

No Vieux Port, há ótimos restaurantes, belos prédios (como a igreja Saint-Ferréol les Augustins) e até uma roda gigante.

Provavelmente, você chegará ao Vieux Port a partir de La Canabieré, a avenida central de Marselha.

Além de super movimentada, tanto por carros quanto por pessoas, em La Canabieré há muitas lojas, prédios bonitos e pessoas de todas as partes do mundo, um local super cosmopolita.

Em La Canabieré fica o centro de informações turísticas, que disponibiliza bons mapas e algumas revistas de turismo.

Le Panier

Le Panier em Marselha
Rua típica e La Vieille Charité

No seu passeio pelo Vieux Port, vale a pena conhecer o centro da cidade velha de Marselha, o bairro Le Panier.

Fundado pelos gregos, Le Panier cresceu com as imigrações da Itália e de Córsega, mas foi através dos ricos comerciantes que a região ganhou relevância.

Quem for a Le Panier, vai encontrar prédios históricos e algumas ruas apertadas, até com degraus e subidas, mas cheias de charme. É o momento ideal para tirar muitas fotos.

Atualmente, Le Panier é uma região muito pequena, porque os nazistas destruíram muitas construções, porque lá era um foco de resistência e esconderijo dos perseguidos.

Atualmente, você encontra muitos artistas com seus ateliês, padarias e famílias tradicionais da cidade.

No Le Panier também está localizada La Vieille Charité, que era originalmente um hospital no século XVIII, com uma bela capela no meio do pátio interno. Essa construção é bem bonita e fotogênica.

Vale também passar pela Place des Moulins, ou Praça dos Moinhos, num ponto alto da região.

Atualmente, tem se popularizado o passeio de Segway em Le Panier, bastante elogiado.

Museu das Civilizações da Europa e do Mediterrâneo (MuCEM)

Museu das Civilizações da Europa e do Mediterrâneo (MuCEM)
MuCEM e o Forte Saint Jean

O Museu das Civilizações da Europa e do Mediterrâneo é uma herança de 2013, quando Marselha foi a Capital Europeia da Cultura.

Há muito para se impressionar com esse museu. A primeira delas é a arquitetura moderna e elegante, projetada por Rudy Ricciotti, um arquiteto nativo de Marselha.

O prédio do MuCEM cria um grande contraste com o Forte Saint Jean, com quatro séculos de história.

Em relação à coleção, o Museu das Civilizações da Europa e do Mediterrâneo apresenta a história dos povos do Mar Mediterrâneo, que participaram da formação de Marselha 2600 anos atrás.

O que você não deve perder quando for visitar o MuCEM é curtir o final da tarde no terraço e ainda tomar um chá.

De julho a agosto, o museu fica aberto até às 20h e, assim, os visitantes podem curtir todo o pôr do sol.

Informações práticas – End: Promenade Robert Laffont, 7 (Esplanade du J4). Fechado às terças-feiras. Horários de abertura e fechamento variam durante o ano. Ingresso adulto € 11. No primeiro domingo de cada mês, a entrada é gratuita. Para mais informações, acesse o site oficial do MuCem. Você também pode comprar o ingresso ao MuCem antecipadamente e sem fila.

Museu da História de Marselha

O que fazer em Marselha (Marseille)? 14 Pontos Turísticos de Marselha
Fonte: TripAdvisor

O Museu da História de Marselha não é tão conhecido quanto o MuCEM, mas é um dos melhores museus da cidade.

Além disso, esse é um dos locais ideais para conhecer a fundo a história da cidade mais importante do sul da França e uma das mais ricas em termos históricos.

O Museu da História de Marselha é gigantesco, um dos maiores da Europa, com 6 mil metros quadrados de área.

A interatividade e o uso de tecnologias tornam a visita ainda mais interessante e o museu ainda tem bom preço.

Informações práticas – End: Rue Henri-Barbusse, 2. Fechado às segundas-feiras. Ingresso adulto € 6. Aberto das 10h às 18h. No primeiro domingo de cada mês, a entrada é gratuita. Para mais informações, acesse o site oficial do Museu de História de Marselha.

Basílica Notre-Dame de la Garde

Basílica Notre-Dame de la Garde

A Basílica de Notre-Dame de la Garde é um símbolo da cidade, porque de qualquer ponto da cidade se vê a imponente construção. Por isso, sempre está no roteiro sobre o que visitar em Marselha.

Conhecida como La Bonne Mère (a boa mãe), a Basílica de Notre-Dame de la Garde sempre traz a sensação de estar observado e protegendo os navegantes, turistas e toda cidade.

A Basílica foi construída no Monte Garde, 154 metros acima no nível do mar, durante o século XIX. A história dessa região e da ligação com a Virgem Maria é bastante antiga, anterior à construção da Basílica.

O Monte Garde sempre foi uma das melhores áreas de observação de Marselha. Por essa razão, foi uma estação de correios por 500 anos.

Em 1521, foi construída uma fortaleza no Monte Garde, a mando do Rei François I. Esse rei mandou construir o Château d’If na mesma época, que se localiza no Arquipélago de Frioul, que vamos apresentar mais adiante.

Nos séculos seguintes, o Monte Garde abrigou diversas capelas pequenas, que não dando mais conta da quantidade de peregrinos, foram substituídas pela Basílica de Notre-Dame de la Garde.

A Basílica começou a ser construída em 1853, tendo como arquiteto Henry Espérandieu. Sua construção foi finalizada no ano de 1864. Seu estilo romano-bizantino, com mármores coloridos, mosaicos e peças decorativas douradas.

Um de seus grandes destaques é a estátua da Virgem Maria no topo da torre do sino, deixando em evidência a homenageada pela igreja.

O que eu mais gostei foi a decoração com barquinhos e outros motivos marinhos, homenageando a vocação portuária de Marselha. Além disso, a vista é incrível, uma vista de 360º da cidade de Marselha. Não perca!

A visitação a Basílica é totalmente gratuita. Vale a pena estar atento à vestimenta, pois é um lugar religioso. Também esteja preparado fisicamente para a subida, que é cansativa, ou pegue o transporte público ou um trem turístico.

Também dá para visitar a região fazendo o tour de Segway que dura 2h.

Abadia de Saint Victor

O que fazer em Marselha (Marseille)? 14 Pontos Turísticos de Marselha

A Abadia de Saint Victor foi uma surpresa entre os pontos turísticos sobre o que fazer em Marselha.

Essa igreja tem a capacidade de te transportar para a Idade Média, parece saída dos filmes.

A Abadia de Saint Victor teve sua construção iniciada no século XI, mas foi finalizada dois séculos depois.

O fato mais interessante sobre a Abadia de Saint Victor é que ela foi construída sobre tumbas do século IV e V, entre elas estaria a tumba atribuída a Saint Victor.

Realmente, há dentro da Abadia de Saint Victor tumbas que datam do século IV d.C. e ainda se conseguem ver os desenhos nelas.

Informações práticas – End: Rue Abbaye, 3. Entrada gratuita na Abadia. Para acessar as criptas, a entrada custa 2 euros. Para mais informações, acesse o site oficial da Abadia de Saint Victor.

Catedral de Marselha

A Basílica Notre-Dame de la Garde tem uma rival igualmente bela, é a Basílica de Santa Maria Maior, também conhecida como a Catedral de Marselha.

A Catedral se localiza nas proximidades do charmoso bairro histórico Le Panier.

Sem dúvida, a Catedral está entre os principais pontos turísticos de Marselha devido ao estilo romanico-bizantino interessantíssimo.

Os mármores coloridos dão muita grandiosidade a essa grande igreja na fachada. Na parte interna, detalhes para fotografar não vão faltar.

Informações práticas – End: Place de la major. Entrada gratuita.

Fortes Saint Jean e Saint Nicolas

Fortes Saint Jean e Saint Nicolas
Forte Saint Nicolas e o Palácio do Pharo

Dois monumentos históricos muito importantes de Marselha são os fortes Saint Jean e Saint Nicolas.

Os dois fortes foram construídos na mesma época, em meados do século XVII, com a função de proteger a entrada do Porto Antigo.

Atualmente, os fortes são patrimônios históricos da cidade. O Fort Saint Jean é mais conhecido e visitado por fazer parte do MuCEM.

Uma dica bem legal para tirar belas fotos dessa região e do canal que leva ao Vieux Port é visitar o parque do Palácio do Pharo, uma construção belíssima do século XIX, com uma vista privilegiada da cidade.

Na nossa opinião, o parque do Palácio do Pharo tem as vistas mais bonitas da cidade, principalmente em dias de sol, por isso, recomendamos que esteja na sua lista sobre o que fazer em Marselha.

Palácio Longchamp

O que fazer em Marselha (Marseille)? 14 Pontos Turísticos de Marselha

Se você quer conhecer uma bela construção neoclássica com cara de França, o Palácio Longchamp é uma ótima opção.

O edifício grandioso semicircular possui ainda uma fonte mais grandiosa ainda e sua construção se deu em 1862.

O Palácio Longchamp abriga o Museu de Belas Artes e o Museu de História Natural, além de um jardim.

Parque Borély

O que fazer em Marselha (Marseille)? 14 Pontos Turísticos de Marselha
Fonte: TripAdvisor

O Parque Borély é um dos maiores parques de Marselha, com 15 hectares. Sua construção data do século XIX e é uma opção de passeio para quem vai à região da Praia do Prado.

Aliás, a Praia do Prado pode ser uma boa para quem quer nadar. No parque Borély, há áreas para crianças, esportistas, jardins de rosas, sendo um passeio para toda a família.

Estádio do Velódromo – Olympique de Marseille

O que fazer em Marselha (Marseille)? 14 Pontos Turísticos de Marselha

O Estádio do Velódromo possui uma arquitetura fantástica, além de pertencer a um dos times mais tradicionais da França, o Olympique de Marseille.

O que mais chama a atenção nesse estádio é a sua cobertura moderna. Para os apaixonados por futebol, pode-se conhecer o estádio.

Arquipélago Frioul

Arquipélago Frioul em Marselha

O Arquipélago Frioul é um dos mais importantes pontos turísticos de Marselha. Ele é composto por quatro ilhas próximas ao Porto Velho, chamadas de Ratonneau, Pomègues, If e Tiboulen.

As visitas ocorrem nas ilhas Ratonneau, Pomègues e If. As duas primeiras são conhecidas pela beleza natural e a última pelo Chateau d’If, que foi a inspiração para a prisão que Alexandre Dumas descreve no livro “O Conde de Monte Cristo”.

A partir do Porto Velho saem os barcos para as Ilhas Frioul. Você pode visitar apenas Ratonneau e Pomègues, ideais para fazer caminhadas e fotografar, ou conhecer o Chateau d’If, que requer uma passagem de barco mais cara e pagamento de 6 euros para visitar a construção.

Parque Nacional dos Calanques

O que fazer em Marselha (Marseille)? 14 Pontos Turísticos de Marselha
Praia nos calanques em Cassis. Fonte: TripAdvisor

O sul da França tem várias belezas naturais e entre elas estão os calanques, que são “estruturas escavadas em despenhadeiros de calcário que se debruçam sobre o mar turquesa”, segundo o Governo Francês.

O que posso dizer é que são lindos, por isso estão entre os principais pontos turísticos de Marselha.

Os calanques mais bonitos se localizam entre Marselha e Cassis e formam o Parque Nacional do Calanques. Para quem gosta de belas paisagens, esse passeio é obrigatório no verão.

O site Get Your Guide oferece os melhores tours de um dia para o Parque Nacional do Calanques.

Passeios a partir de Marselha

Aix-en-Provence
Aix-en-Provence

O que fazer em Marselha, sem dúvida, inclui esticar a viagem à Provença. Nós temos vários posts sobre turismo à Provença no site.

Segundo nossa experiência, as maiores cidades da região que não podem faltar no roteiro são:

  • Aix-en-Provence: Conhecida como a cidade das fontes, Aix-en-Provence é uma beleza só, com suas ruas charmosas, café e lojas boutiques. Algo maravilhoso é conhecer os mercados de rua da cidade, principalmente os de comida. Saiba mais sobre o que fazer Aix-en-Provence!
  • Arles: Foi em Arles que Van Gogh viveu parte de sua vida e a cidade está retratada em inúmeros quadros do pintor. Há várias atrações ligadas ao pintor holandês, mas também muitas ruínas romanas, como um anfiteatro impressionante. Saiba mais sobre o que fazer em Arles!
  • Avignon: Avignon é conhecida pelo seu Palácio dos Papas, porque foi sede da Igreja Católica no século XIV. Há ainda belas igrejas, parques e vistas incríveis da Provença. Saiba mais sobre o que fazer em Avignon!

Mapa de Marselha com pontos turísticos

Confira no mapa as atrações turísticas de Marselha mencionadas ao longo deste artigo. Basta clicar no “botão com seta” para acessar a legenda do mapa.

O que fazer em Marselha em 1 ou 2 dias (ou em poucas horas)?

Se você tem poucas horas ou apenas 1 dia inteiro para conhecer Marselha, o melhor é caminhar pela cidade e fotografá-la, ainda mais se você tiver apenas poucas horas.

Vá ao Porto Velho, caminhe por Le Panier e tire fotos dos Fortes e do Museu das Civilizações da Europa e do Mediterrâneo.

Para quem tem um dia inteiro, é possível visitar esse museu, ainda mais no final da tarde e começo da noite. Assim, é possível ir até a Notre-Dame de la Garde durante o dia, assim como à Catedral e à Abadia.

Recomendamos uma visita ao Palácio do Pharo para curtir vistas belíssimas da entrada do Porto de Marselha.

o que fazer em Marselha em 2 dias inclui fazer o passeio de barco ao Arquipélago Frioul ou aos calanques de Cassis, caso o dia seja de sol e com calor.

Se você for ao Arquipélago Frioul, ainda sobrará tempo para visitar o Museu da História de Marselha ou fotografar outras construções icônicas da cidade.

City Pass Marselha vale a pena?

Quando estamos fazendo o planejamento de uma viagem, uma hora ou outra, nos deparamos com os cartões turísticos, que oferecem uma séria de entradas em atrações e descontos em muitos serviços por um preço fixo. Esse é o caso do City Pass Marselha.

Primeiramente, eu nunca vi um cartão turístico que valesse a pena nas versões 24h e 48h.

Quando se compra um cartão que dura pouco tempo, os viajantes ficam tentando fazer ele “se pagar” e acabam não curtindo as atrações gratuitas da cidade, como caminhar e conhecer as ruas.

City Pass Marselha na sua versão 72h vale a pena?

Mesmo o cartão turístico 72h não vale a pena, na minha opinião. Com o custo de € 43 para adultos, o City Pass Marselha inclui poucas atrações realmente interessantes, como Museu das Civilizações da Europa e do Mediterrâneo (MuCEM) e o Museu da História de Marselha.

Tirando esses dois pontos turísticos de Marselha, as demais atrações não são essenciais para o turistas visitar.

O diferencial que o cartão tenta vender é o trenzinho para Le Panier OU Notre-Dame de la Garde e o transporte público ilimitado.

Acredito que vale mais a pena fazer o seu roteiro de viagem a Marselha com as atrações que você quer mesmo visitar. Afinal, há várias opções sobre o que visitar em Marselha de graça.

Caso você queira saber mais sobre esse cartão turístico, acesse o site Get You Guide, que vende as três opções (24h, 48h e 72h).

Esperamos que as dicas sobre o que fazer em Marselha sejam úteis para planejar sua viagem! Leia também nosso artigo super completo sobre onde ficar em Marselha bem localizado e em hospedagens que valem a pena!

Boa viagem!

Comparador de seguro viagem Seletor de hotéis

Teste o seletor de hotéis do Guia!

PLANEJAMENTO DE VIAGEM

Reserva de hotéis

RESERVA DE HOTÉIS

Utilize o nosso link do Booking para conseguir as melhores ofertas de hotéis, pousadas e albergues.

O Booking oferece muitas vantagens: preços baixos, cancelamento gratuito de reservas, não é cobrada taxa de reserva e geralmente o pagamento é realizado somente na hora do check-in ou do check-out, na acomodação.

Melhor localização

CHECAR LOCALIZAÇÃO

Encontrou um hotel, mas não tem certeza se ele é bem localizado? Tire a dúvida com esta ferramenta gratuita. Ela analisará a localização, de acordo com uma metodologia específica, e atribuirá uma nota.

Vale dizer que a melhor área possível para se hospedar é aquela área agradável, segura, com acesso ao transporte público, restaurantes e próxima aos principais pontos turísticos.

Melhores hotéis

SELETOR DE HOTÉIS

O Seletor de Hotéis é uma ferramenta online, totalmente gratuita, que seleciona os hotéis, hostels, apartamentos, pousadas e hotéis-fazenda mais adequados ao perfil do viajante. Por meio de um método matemático, o Seletor de Hotéis descobre os hotéis perfeitos para você em qualquer cidade do mundo.

A única coisa que o viajante deve fazer é elencar (de 1 a 5) suas prioridades em relação às características dos hotéis. Qual é a ordem de importância das características do hotel para o viajante? Por exemplo: melhor localização, menor preço, maior qualidade, mais reservado e tamanho do hotel.

Reserva de carros

ALUGUEL DE CARROS

O Rentcars é um comparador de preços para encontrar a melhor tarifa no aluguel de carros em mais de 140 países.

Há várias vantagens em utilizar o serviço: não há cobrança de IOF, você pode realizar parcelamento, são muitas locadoras comparadas e não há cobrança de taxa para emissão da sua reserva.

Além disso, por padrão estão inclusas nas diárias Rentcars: quilometragem livre, proteção básica e as taxas administrativas da locadora.

Melhores seguros viagem

SEGURO VIAGEM

Tá em dúvida sobre qual seguro viagem comprar? O SegurosPromo é um comparador de seguros viagem que te ajuda a encontrar os melhores preços das principais seguradoras.

Utilize o nosso link para conseguir os preços mais baixos, bem como o cupom de desconto NOMADEDIGITAL5 para ganhar 5% de desconto.

Podcast de viagem

GUIA DE VIAGEM

O Papo Viagem Podcast é um guia de viagem em áudio gratuito sobre vários destinos que conhecemos.

Nós contamos a nossa experiência nas cidades e passamos dicas sobre onde se hospedar, melhor época para viajar, atrações e muito mais.

Loja do viajante

LOJA DO VIAJANTE

Sabe quando você utiliza um check-list de viagem e descobre que faltam alguns itens para a sua bagagem?

Selecionamos produtos importantes que nós utilizamos e recomendamos você levar na sua viagem. Eles estão apresentados na Loja do Viajante

Sobre o autor

Internacionalista, jornalista e viajante apaixonada por cultura e história, todos os dias eu consigo unir minhas paixões escrevendo no Guia do Nômade Digital. Acredito que ler e se informar transformam as férias em uma experiência inesquecível. Já escrevi um guia de viagem sobre a Cidade do México e apresentei mais de 80 episódios do Papo Viagem Podcast.

Sem Comentários

    Deixe um Comentário

    error: Conteúdo protegido.