Menu
Europa

O que fazer em Lucca, Itália? +15 Pontos Turísticos de Lucca

Atualizado em: 10 de dezembro de 2020

Lucca é uma das cidades mais charmosas na Toscana, cercada por muralhas e com o Centro Histórico preservado. Há muito o que fazer em Lucca, tanto para passar um dia inteiro ou até para dormir na cidade e conhecê-la com calma.

A seguir apresentamos mais de 15 pontos turísticos, locais com muita história antiga.

Leia também nosso artigo especial sobre onde ficar em Lucca nas hospedagens que mais valem a pena!

O que fazer em Lucca, Itália? +15 Atrações

Muralha de Lucca

O que fazer em Lucca, Itália

Desde os tempos romanos, Lucca era cercada por muros. Na história da cidade, vários muros foram construídos, mas a muralha atual é da época da Renascença. Ela começou a ser construída em 1545 e só terminou em 1650.

Apesar de forte e de ter sido erguida para defesa, especialmente contra os Médicis (de Florença), os muros nunca foram usados em guerras.

Pelo contrário, já no século XVIII a função do lugar era para o lazer dos moradores, principalmente para caminhadas, algo que continua até hoje.

Caminhar ou andar de bicicleta nos 4 quilômetros de muros é uma atração imperdível, porque além de ser de graça, é um local histórico e que te permite ver as construções do Centro por outros ângulos.

Saiba que as árvores e muito verde tornaram os muros de Lucca em um verdadeiro parque.

Vale também ficar atento às charmosas portas de entrada e as 11 torres na muralha. Várias fotos lindas da sua viagem serão tiradas nesses muros e portões gigantescos.

Os portões originais do século XVII são a Porta San Pietro, a Porta Santa Maria e a Porta San Donato. Fique de olho!

Via Fillungo

Via Fillungo
Fonte: Wikimedia

A Via Fillungo é uma das principais ruas de Lucca, local com lojas de produtos da moda e movimento constante de moradores e turistas.

Em uma cidade histórica é gostoso até caminhar na rua mais lotada, ainda mais com as casas antigas ao redor, muitas delas pertenceram aos nobres.

Saiba que muitas famílias endinheiradas construíram torres nas casas para ostentar poder.

Além das lojas e das mansões antigas, passeando pela Via Fillungo, o visitante vai se deparar com a Piazza dell’Anfiteatro.

Piazza dell’Anfiteatro

O que fazer em Lucca, Itália

A Piazza dell’Anfiteatro é uma das praças mais surpreendentes que já visitamos. Sua história é longa, porque já foi um anfiteatro romano no século II d.C.

Com o passar do tempo, o anfiteatro ficou em desuso e teve muitas pedras reaproveitadas em outras construções.

Na Idade Média, a estrutura do anfiteatro foi usada para construir casas, depósitos e virou até prisão. A situação só mudou em 1830, com a ideia do arquiteto Lorenzo Nottolini de valorizar a história local.

Para isso, as construções internas foram destruídas e foi planejada a Via dell’Anfiteatro, para destacar o formato elíptico. 

Se você observar uma imagem da Piazza dell’Anfiteatro do alto, vai se surpreender com o formato da praça.

Passar por baixo dos arcos e ver aquelas construções amarelas com café, sorveterias e restaurantes também é impactante.

Piazza Napoleone

O que fazer em Lucca, Itália

Muito diferente da Piazza dell’Anfiteatro é a Piazza Napoleone, uma praça grande e cercada por prédios em tons ocre e árvores.

Como o próprio nome sugere, essa praça é da época que Napoleão dominou a cidade e pôs sua irmã (Elisa Bonaparte) como governadora da região.

Inclusive, muitos prédios antigos foram postos abaixo, deixando o Palácio Ducal com todo o destaque.

Atualmente, o Palácio Ducal é sede da Província de Lucca e a Piazza Napoleone recebe shows, inclusive internacionais. O mês de julho é super movimentado por lá.

Casa de Puccini

Casa de Puccini. Fonte: Wikimedia
Casa de Puccini. Fonte: Wikimedia

Música faz parte de Lucca, já que lá nasceu e cresceu Giacomo Puccini, um dos maiores compositores da ópera italiana dos últimos séculos. É um dos orgulhos da cidade!

Puccini escreveu obras como “O mio babbino caro”, “La Boheme”, “Madama Butterfly”, “Tosca”, entre outras.

A Casa de Puccini é o melhor museu de Lucca, totalmente dedicado ao compositor. A dica é participar de um tour guiado, que não é cobrado. Apenas é preciso adquirir o ingresso por 9 €.

Para quem fala italiano, há tours guiados todos os sábados e no terceiro domingo do mês, sempre ao meio dia. Os tours em inglês ocorrem apenas de junho a setembro, sempre na sexta ao meio dia.

Além do museu, há concertos em homenagem ao compositor. O Puccini e Sua Lucca é um festival permanente dedicado ao compositor. De 31 de março até 31 de outubro, acontecem apresentações na Igreja de San Giovanni todos os dias.  

Entre 1 de novembro e 30 de março, as apresentações acontecem de quinta a sábado no Museu da Catedral.

Festas em Lucca

Além das apresentações dedicadas a Puccini, Lucca tem um festival de verão chamado de Summer Festival, que acontece em julho e recebe nomes consagrados da música internacional.

Outro festival famoso é o Lucca Comics and Games, que acontece entre outubro e novembro. São poucos dias, mas que deixam a cidade lotada.

Torres em Lucca

Torre Guinigi. Fonte: Wikimedia
Torre Guinigi. Fonte: Wikimedia

Em Lucca as famílias ricas também mandavam construir torres nos palazzos como sinal de poder. Dessa época, restaram poucas torres.

A mais famosa é a Torre Guinigi, construída pela família Guinigi. Além dos 250 degraus para subir, algo aceitável, há um tipo de jardim no seu topo com várias árvores, dando uma sombra e um descanso aos viajantes.

O ingresso pode custar entre 3 e 4 €, dependendo da época do ano.

Impossível de não notar é a Torre delle Ore (Torre do Relógio), tendo mais de 200 degraus. O ingresso pode custar entre 3 e 4 €.

Vale destacar que de novembro até fevereiro, a Torre delle Ore costuma ficar fechada, mas a Torre Guinigi funciona o ano todo, com pequenas modificações nos horários.

Igrejas em Lucca

O que fazer em Lucca, Itália
Catedral de Lucca e Basílica de San Frediano

Como todos nós sabemos, as cidades históricas italianas são cheias de igrejas antigas. Há muitas igrejas medievais em Lucca, que é conhecida como a cidade das 100 igrejas.

A principal é a Catedral de Lucca, o Duomo di San Martino, uma igreja construída entre os séculos XI e XII, tendo o estilo românico com predominante. Mas ela passou por várias reformas.

Há vários destaques na Catedral, como a fachada com mármore em várias cores, principalmente branco e verde. Além disso, a fachada não é simétrica. Um dos arcos principais é pequeno se comparado aos demais.

Dentro da igreja está abrigada a Santa Cruz, um crucifixo bem grande que dizem ter sido feito por Nicodemo, que conheceu Jesus pessoalmente. Ou seja, aquele rosto no crucifixo seria a melhor representação de Jesus.

Há outros destaques, como a pintura da Última Ceia de Tintoretto, e a bela estátua no túmulo de Ilária del Carreto.

Para entrar só na Catedral o ticket é de 3 € por adulto, mas há tickets combinados para outras igrejas e atrações. Para mais informações, acesse o site oficial.

Uma igreja que rivaliza em importância com a Catedral é Igreja de San Miguel no Fórum (San Michele in Foro), afinal, ela foi erguida no Fórum Romano, o centro da Lucca romana.

O que fazer em Lucca, Itália
Igreja de San Miguel no Fórum

Há relatos de que já havia uma igreja nessa região desde o século VIII, mas a atual é do século XI com reformas posteriores. Os mármores coloridos, muitas estátuas e pequenos arcos são abundantes na fachada.

Vale dizer que essa é a única igreja que não está colada a outras construções, inclusive tem uma praça ao seu redor.

A Igreja de San Miguel no Fórum tem entrada gratuita, mas costuma estar chegada das 12h às 15h e após as 18h.

A Basílica de San Frediano também chama a atenção por causa da fachada adornada com um belo mosaico em estilo bizantino. No geral, a arquitetura dessa basílica é românica.

A Basílica de San Frediano é uma das mais antigas de Lucca, com relatos da presença de uma igreja dedicada a São Frediano no século VII.

Acredita-se que essa igreja primitiva tenha sido construída a mando do próprio San Frediano. Quando ele faleceu, foi incorporada uma cripta para por seus restos mortais.

Vale destacar que a igreja atual é do século XII, com renovações posteriores. A entrada é gratuita.

Há outras igrejas menores e mais simples em Lucca, como a Igreja de S. Paolino, em estilo da Renascença; a Igreja de San Giovanni, onde acontecem as apresentações em homenagem a Puccini; a Igreja de San Salvatore, a Igreja de San Agostino e a Igreja de San Francesco.

Museu Nazionale di Palazzo Mansi

Fonte: Wikimedia

O Museu Nazionale di Palazzo Mansi é um dos museus mais importantes de Lucca, sendo o Palazzo Mansi uma verdadeira mansão da nobreza, inclusive com um salão de baile exuberante.

O estilo predominante do Palazzo é o barroco, fruto das reformas no século XVII. Nas salas barrocas estão tapeçarias antigas e pinturas italianas, desde o século XVI até o século XX, tanto de italianos quanto de estrangeiros.

Também há uma seção com trajes feitos na região.

O ingresso adulto é bem econômico, apenas 4 € para adultos. Para mais informações, acesse o site oficial.

Palazzo Pfanner

O Palazzo Pfanner é um antigo palácio do século XVII, originalmente de uma família rica de Lucca.

Ele foi passando de família pra família, até que no século XIX o austríaco Felix Pfanner o adquiriu e montou a primeira cervejaria de Lucca.

Não há cervejaria desde 1929, mas o palácio continua sendo da família Pfanner, mas é aberto ao público para visitas.

O seu destaque é o belo jardim em estilo barroco italiano, desenhado por Filippo Juvarra.

Já o interior do palácio tem móveis antigos e até uma exibição de equipamentos cirúrgicos que pertenciam ao médico Pietro Pfanner. Mas o que vale mesmo a pena é o jardim.

A visita combinada para o jardim e interior do palácio custa 6 €. Saiba que vale mais a pena visitar esse local nos meses quentes, quando o jardim fica mais bonito.

Você também pode assistir concertos que são realizados no local entre agosto e outubro.

Aqueduto del Nottolini

Fonte: Wikimedia
Fonte: Wikimedia

Uma atração diferente e pouco visitada, mas que agrada a muitos, é visitar o Aqueduto de Nottolini, projetado pelo mesmo arquiteto da Piazza dell’Anfiteatro.

O Aqueduto de Nottolini fica fora do centro de Lucca, aproximadamente 4 km da cidade murada. Esse passeio só é recomendado para quem tem mais tempo na cidade, como dois dias por exemplo.

Esperamos que nossas sugestões sobre o que fazer em Lucca tenham sido úteis! Leia também o artigo especial sobre onde ficar em Lucca em pousadas e hotéis bons de verdade!

Boa viagem!

Comparador de seguro viagem Seletor de hotéis

Teste o seletor de hotéis do Guia!

PLANEJAMENTO DE VIAGEM

Reserva de hotéis

RESERVA DE HOTÉIS

Utilize o nosso link do Booking para conseguir as melhores ofertas de hotéis, pousadas e albergues.

O Booking oferece muitas vantagens: preços baixos, cancelamento gratuito de reservas, não é cobrada taxa de reserva e geralmente o pagamento é realizado somente na hora do check-in ou do check-out, na acomodação.

Melhor localização

CHECAR LOCALIZAÇÃO

Encontrou um hotel, mas não tem certeza se ele é bem localizado? Tire a dúvida com esta ferramenta gratuita. Ela analisará a localização, de acordo com uma metodologia específica, e atribuirá uma nota.

Vale dizer que a melhor área possível para se hospedar é aquela área agradável, segura, com acesso ao transporte público, restaurantes e próxima aos principais pontos turísticos.

Melhores hotéis

SELETOR DE HOTÉIS

O Seletor de Hotéis é uma ferramenta online, totalmente gratuita, que seleciona os hotéis, hostels, apartamentos, pousadas e hotéis-fazenda mais adequados ao perfil do viajante. Por meio de um método matemático, o Seletor de Hotéis descobre os hotéis perfeitos para você em qualquer cidade do mundo.

A única coisa que o viajante deve fazer é elencar (de 1 a 5) suas prioridades em relação às características dos hotéis. Qual é a ordem de importância das características do hotel para o viajante? Por exemplo: melhor localização, menor preço, maior qualidade, mais reservado e tamanho do hotel.

Reserva de carros

ALUGUEL DE CARROS

O Rentcars é um comparador de preços para encontrar a melhor tarifa no aluguel de carros em mais de 140 países.

Há várias vantagens em utilizar o serviço: não há cobrança de IOF, você pode realizar parcelamento, são muitas locadoras comparadas e não há cobrança de taxa para emissão da sua reserva.

Além disso, por padrão estão inclusas nas diárias Rentcars: quilometragem livre, proteção básica e as taxas administrativas da locadora.

Melhores seguros viagem

SEGURO VIAGEM

Tá em dúvida sobre qual seguro viagem comprar? O SegurosPromo é um comparador de seguros viagem que te ajuda a encontrar os melhores preços das principais seguradoras.

Utilize o nosso link para conseguir os preços mais baixos, bem como o cupom de desconto NOMADEDIGITAL5 para ganhar 5% de desconto.

Podcast de viagem

GUIA DE VIAGEM

O Papo Viagem Podcast é um guia de viagem em áudio gratuito sobre vários destinos que conhecemos.

Nós contamos a nossa experiência nas cidades e passamos dicas sobre onde se hospedar, melhor época para viajar, atrações e muito mais.

Loja do viajante

LOJA DO VIAJANTE

Sabe quando você utiliza um check-list de viagem e descobre que faltam alguns itens para a sua bagagem?

Selecionamos produtos importantes que nós utilizamos e recomendamos você levar na sua viagem. Eles estão apresentados na Loja do Viajante

Sobre o autor

Internacionalista, jornalista e viajante apaixonada por cultura e história, todos os dias eu consigo unir minhas paixões escrevendo no Guia do Nômade Digital. Acredito que ler e se informar transformam as férias em uma experiência inesquecível. Já escrevi um guia de viagem sobre a Cidade do México e apresentei mais de 80 episódios do Papo Viagem Podcast.

Sem Comentários

    Deixe um Comentário

    error: Conteúdo protegido.