Menu
América do Norte

O que fazer em Campeche, México? Pontos Turísticos de Campeche

Atualizado em: 18 de agosto de 2020

Campeche é uma pequena e charmosa cidade histórica, cercada por muralhas e com muitas ruas fotogênicas. Bem cuidada e com ótima gastronomia, há muito o que fazer em Campeche, tanto na cidade histórica quanto nos sítios arqueológicos espalhados pelo estado.

A seguir trazemos todas as dicas para você conhecer bem Campeche!

Leia também nosso artigo especial sobre onde ficar em Campeche nas hospedagens que mais valem a pena!

O que fazer em Campeche, México?

Pontos turísticos de Campeche no Centro Histórico

Catedral de Campeche
Catedral de Campeche

San Francisco de Campeche, hoje conhecida apenas como Campeche, possui um dos mais charmosos centros históricos do México.

Mesmo sendo pequena, a área história encanta, tanto pelo casario conservado quanto pelas muralhas.

Não é sempre que se pode visitar um centro cercado por muralhas antigas. Elas foram construídas durante 50 anos no século XVII, como forma de deter os ataques dos piratas.

A cidade sofreu ameaças de corsários e piratas desde sua fundação, no século XVI, até o século XVIII.

As muralhas verdadeiramente são pontos turísticos de Campeche. Alguns baluartes são usados como museu ou propiciam uma boa caminhada e belas vistas.

O Baluarte de San Francisco é um dos melhores para quem quer caminhar pelas muralhas.

O que fazer em Campeche, México
Puerta de Tierra e vistas do Baluarte de San Francisco

O mais interessante em visitar o Baluarte de San Francisco são as belas vistas da cidade, uma posição privilegiada.

Do alto, é possível apreciar as calles e suas casonas e também as igrejas mais importantes da cidade, a Catedral e o Ex Templo de San José. A entrada custa apenas 15 pesos e o baluarte fica perto da Puerta de Tierra.

Nas proximidades da Puerta de Mar, o visitante pode conhecer de graça o pequeno museu sobre a história da cidade no Baluarte de San Carlos.

Além da exposição ser interessante, o ar condicionado é potente, um alívio para o calor de Campeche.

Aliás, vale a pena alertá-lo sobre o calor que faz na cidade. A umidade muito alta e o sol forte exigem passear pela manhã. Depois das 10h fica difícil bater perna, por isso há quem prefira almoçar, voltar ao hotel para descansar e só depois sair para turistar.

O que fazer em Campeche, México
Ruas de Campeche, sendo as duas fotos menores referentes à Calle 59

Um lugar ideal para visitar durante a noite é a Calle 59, que é fechada para veículos e, por isso, repleta de restaurantes e bares, o coração da vida noturna em Campeche.

A Calle 59 é bem charmosa, assim como as demais ruas do centro, mas é o local mais caro para jantar. Muitos restaurantes também servem café da manhã (desayuno).

É claro que em uma visita ao Centro Histórico não podemos deixar de recomendar a praça principal, também chamada de Plaza de la Independencia.

É lá que fica a Catedral de Nuestra Señora de la Purísima Concepción, toda branca e com torres muito altas. A Catedral fica linda com o pôr do sol.

A Plaza de la Independencia é bem cuidada e muito frequentada pelos locais.

Ao redor da praça, o turista vai encontrar o Centro Cultural El Palácio, com seus arcos fotogênicos, e o Museu Casa Nº 6, uma casa com mobiliário antigo. Pena que há poucos cômodos e poucas explicações. A entrada custa 20 pesos.

O que fazer em Campeche, México
Ex Templo de San José e Plaza de la Independencia

Outra atração que não recomendamos é o Jardim Botânico, que é muito pequeno (minúsculo) e ainda é pago (custa 15 pesos).

Há outros monumentos que fazem parte do roteiro sobre o que fazer em Campeche.

Nós gostamos muito da bela arquitetura do Ex Templo de San José, com estrutura antiga e fachada decorada com azulejos. Dentro do templo, fica uma casa de artesanatos bem variada.

Outra igrejinha charmosa, porém bem pequena, é a Iglesia de San Francisquito, muitas vezes chamada de Iglesia de San Roque. Também vale a pena visitar a Iglesia de Nuestra Señora del Carmen.

A Mansión Carvajal e o Teatro Francisco de Paula Toro são outras construções que merecem algumas fotos. Mas você deve saber que o Centro Histórico é tão bonito e charmoso que você vai querer tirar fotos de todas as calles e casonas que encontrar pelo caminho.

Quando visitamos o Centro Histórico e nos hospedamos em Campeche nesse bairro, acabamos descobrindo que poucos locais moram no bairro. Hoje o Centro Histórico é uma área mais comercial de dia e para sair à noite do que um bairro com vida própria. Mesmo assim, o lugar é muito bonito.

Museu da Arquitetura Maia

Museu da Arquitetura Maia

O Museu da Arquitetura Maia é um dos melhores museus em Campeche, indispensável para quem vai fazer passeios para os sítios arqueológicos da região.

Além disso, o museu está abrigado em um dos baluartes da muralha, no Baluarte de la Soledad, perto da Puerta de Mar.

O nome do museu diz claramente qual é o seu foco, a arquitetura maia, especificamente os estilos arquitetônicos existentes no estado de Campeche.

O mais importante e bonito é o estilo Puuc. A arquitetura Puuc é muito rebuscada, com fachadas trabalhadas com máscaras de deuses.

Río Bec é outro estilo arquitetônico abordado no museu. Uma das características mais marcantes é o uso de duas torres nas extremidades.

O estilo Chenes guarda muita semelhança com o estilo Río Bec, porque havia proximidade geográfica. O estilo Chenes se caracteriza por estruturas chamadas de “palácio-pirâmide”. Há também o estilo Norte de Petén.

Nossa visita ao museu se deu também porque estava sendo exposta uma mascara mortuária de jade encontrada na Zona Arqueológica de Calakmul. A máscara era belíssima e havia ótimas explicações históricas.

Além de visitar o museu, o turista pode subir o Baluarte de la Soledad e apreciar as vistas.

Informações práticas – Aberto de terça a domingo, das 8h às 17h. Ingresso adulto 45 pesos. Para mais informações, confira o site oficial do INAH (Instituto Nacional de Antropologia e História).

Malecón de Campeche

Malecón de Campeche
Belo letreiro com o mar ao fundo

O malecón é a área a beira mar onde os moradores costumam caminhar.

Na realidade, as pessoas caminham à noite e bem no final do dia, porque o calor é intenso. Além disso, o pôr do sol visto do malecón é um dos mais bonitos.

Ir a essa região de dia, só bem cedo, especificamente para tirar fotos com o belo letreiro de Campeche. Há também restaurantes de frutos do mar no malecón.

Museu Arqueológico de Campeche no Fuerte de San Miguel

Museu Arqueológico de Campeche no Fuerte de San Miguel
Fonte: TripAdvisor

O Fuerte de San Miguel é um dos melhores exemplos de arquitetura militar na região, tendo sido construído no último quarto do século XVIII.

Localizado a 5 km do Centro Histórico, o Fuerte de San Miguel fica em uma área mais alta da cidade, o que possibilitava vigiar melhor os mares.

Hoje o forte tem duas funções, além da arquitetura militar e ser um lugar histórico, o Museu Arqueológico de Campeche está abrigado no Fuerte de San Miguel.

O foco são peças arqueológicas encontradas no estado, com destaque para as máscaras de Calakmul e objetos funerários.

Sem dúvida, a visita ao Museu Arqueológico de Campeche no Fuerte de San Miguel é um passeio bem completo sobre o que fazer em Campeche, com muita história e belas vistas.

Vale destacar que em 2019, o museu e forte passaram por restauração e já estão abertos ao público.

Informações práticas – Aberto de terça a domingo, das 8h30min. às 17h. Ingresso adulto 55 pesos. Para mais informações, confira o site oficial.

Mapa com os pontos turísticos de Campeche

Neste mapa estão apenas os pontos turísticos de Campeche localizados no Centro Histórico e áreas próximas.

A seguir há as seções sobre os passeios e também uma seção extra sobre a comida típica!

Passeio à Zona Arqueológica de Edzná

Passeio à Zona Arqueológica de Edzná
Fonte: TripAdvisor

A Zona Arqueológica de Edzná é o passeio mais imperdível sobre o que fazer em Campeche, porque é perto da capital, fácil de visitar, tem poucos turistas e ainda possui monumentos grandiosos.

Edzná foi uma das cidades mais importantes da parte ocidental da Península de Yucatán e de 400 a 1000 d.C. dominou essa região.

Localizada no Valle de Edzná, uma área muito úmida e chuvosa, a cidade possuía um complexo e eficiente sistema de drenagem de água.

Além da desenvolvida engenharia urbana, Edzná se destacou pelos grandes monumentos, muitos ainda hoje presentes no sítio arqueológico. A arquitetura tem influência de vários estilos, como Puuc, Petén e Chenes.

A Plaza Principal é onde fica a maior quantidade de construções. O Edificio de los Cinco Pisos é um dos mais bonitos e grandiosos.

Originalmente, essas construções eram decoradas com estuco e pinturas vermelhas. As máscaras dos deuses, os animais importantes e vários símbolos decoram as fachadas.

Além de toda a grandiosidade do sítio arqueológico, o turista deve levar em consideração o fato de ser um local pouco visitado e, portanto, muito tranquilo, ótimo para tirar fotos sem pressa e curtir bastante o passeio.

Por isso, não são poucos os viajantes que preferem Edzná a outros sítios mais famosos.

Para chegar a Zona Arqueológica de Edzná não é obrigatório estar de carro, por mais que ele facilite bastante. Da rua Chihuahua, perto do Mercado Pedro Sáinz de Baranda, saem ônibus para Edzná.

Informações práticas – Aberto de segunda a domingo, das 8h às 17h. Ingresso adulto 65 pesos. É de graça para residentes aos domingos. Confira mais informações no site oficial.

Outros passeios em Campeche

O que fazer em Campeche, México
Calakmul. Fonte: TripAdvisor

Há outros passeios que podem ser feitos a partir de Campeche, mas exigem estar de carro e se planejar muito, porque as distâncias são grandes.

O local mais procurado é a Zona Arqueológica e Reserva da Biosfera Calakmul, distante cerca de 300 km da capital.

Considerada um dos maiores patrimônios maias no México, Calakmul é enorme e cheio de pirâmides e outras construções maias, todas envoltas por mata.

Dentro da Reserva da Biosfera Calakmul também fica a Zona Arqueológica Río Bec, porém é ainda mais difícil de ser acessada.

Já as Ruínas de Becan ficam perto da cidade de Xpujil, sendo muito elogiadas, porém pouco visitadas.

Comida típica de Yucatán, México

Pan de Cazón. Fonte: Flickr
Pan de Cazón. Fonte: Flickr

Uma viagem ao México sempre inclui muita comida e a Península de Yucatán tem suas peculiaridades.

A primeira delas é a grande quantidade de pratos com cazón, que conhecemos como cação. O pan de cazón é o prato típico mais conhecido de Campeche.

Vale a pena experimentar também os pratos com frutos do mar, afinal, a gastronomia da cidade é focada no que vem do mar.

Nós gostamos muito dos panuchos, que são tortilhas fritas, recheadas com feijão e servidas com canção.

Como mencionamos antes, a Calle 59 tem muitos restaurantes e bares, mas é um local mais turístico para jantar.

Para quem busca um restaurante tradicional e sem luxo, o La Parroquia é uma boa opção. Já o La Olla de la Pagoda é um dos restaurantes para almoçar mais conhecidos e baratos.

Esperamos que as dicas sobre o que fazer em Campeche tenham sido úteis! Confira também nosso artigo especial sobre onde ficar em Campeche!

Boa viagem, viajante!

Comparador de seguro viagem Seletor de hotéis

Teste o seletor de hotéis do Guia!

PLANEJAMENTO DE VIAGEM

Reserva de hotéis

RESERVA DE HOTÉIS

Utilize o nosso link do Booking para conseguir as melhores ofertas de hotéis, pousadas e albergues.

O Booking oferece muitas vantagens: preços baixos, cancelamento gratuito de reservas, não é cobrada taxa de reserva e geralmente o pagamento é realizado somente na hora do check-in ou do check-out, na acomodação.

Melhor localização

CHECAR LOCALIZAÇÃO

Encontrou um hotel, mas não tem certeza se ele é bem localizado? Tire a dúvida com esta ferramenta gratuita. Ela analisará a localização, de acordo com uma metodologia específica, e atribuirá uma nota.

Vale dizer que a melhor área possível para se hospedar é aquela área agradável, segura, com acesso ao transporte público, restaurantes e próxima aos principais pontos turísticos.

Melhores hotéis

SELETOR DE HOTÉIS

O Seletor de Hotéis é uma ferramenta online, totalmente gratuita, que seleciona os hotéis, hostels, apartamentos, pousadas e hotéis-fazenda mais adequados ao perfil do viajante. Por meio de um método matemático, o Seletor de Hotéis descobre os hotéis perfeitos para você em qualquer cidade do mundo.

A única coisa que o viajante deve fazer é elencar (de 1 a 5) suas prioridades em relação às características dos hotéis. Qual é a ordem de importância das características do hotel para o viajante? Por exemplo: melhor localização, menor preço, maior qualidade, mais reservado e tamanho do hotel.

Reserva de carros

ALUGUEL DE CARROS

O Rentcars é um comparador de preços para encontrar a melhor tarifa no aluguel de carros em mais de 140 países.

Há várias vantagens em utilizar o serviço: não há cobrança de IOF, você pode realizar parcelamento, são muitas locadoras comparadas e não há cobrança de taxa para emissão da sua reserva.

Além disso, por padrão estão inclusas nas diárias Rentcars: quilometragem livre, proteção básica e as taxas administrativas da locadora.

Melhores seguros viagem

SEGURO VIAGEM

Tá em dúvida sobre qual seguro viagem comprar? O SegurosPromo é um comparador de seguros viagem que te ajuda a encontrar os melhores preços das principais seguradoras.

Utilize o nosso link para conseguir os preços mais baixos, bem como o cupom de desconto NOMADEDIGITAL5 para ganhar 5% de desconto.

Podcast de viagem

GUIA DE VIAGEM

O Papo Viagem Podcast é um guia de viagem em áudio gratuito sobre vários destinos que conhecemos.

Nós contamos a nossa experiência nas cidades e passamos dicas sobre onde se hospedar, melhor época para viajar, atrações e muito mais.

Loja do viajante

LOJA DO VIAJANTE

Sabe quando você utiliza um check-list de viagem e descobre que faltam alguns itens para a sua bagagem?

Selecionamos produtos importantes que nós utilizamos e recomendamos você levar na sua viagem. Eles estão apresentados na Loja do Viajante

Sobre o autor

Internacionalista, jornalista e viajante apaixonada por cultura e história, todos os dias eu consigo unir minhas paixões escrevendo no Guia do Nômade Digital. Acredito que ler e se informar transformam as férias em uma experiência inesquecível. Já escrevi um guia de viagem sobre a Cidade do México e apresentei mais de 80 episódios do Papo Viagem Podcast.

Sem Comentários

    Deixe um Comentário

    error: Conteúdo protegido.