O que fazer em Campeche, México? Pontos Turísticos de Campeche

Campeche é uma pequena e charmosa cidade histórica, cercada por muralhas e com muitas ruas fotogênicas. Bem cuidada e com ótima gastronomia, há muito o que fazer em Campeche, tanto na cidade histórica quanto nos sítios arqueológicos espalhados pelo estado.

A seguir trazemos todas as dicas para você conhecer bem Campeche! Não se esqueça de também conferir nosso artigo sobre onde ficar em Campeche!


O que fazer em Campeche?

Pontos turísticos no Centro Histórico

O que fazer em Campeche, México
Catedral de Campeche

San Francisco de Campeche, hoje conhecida apenas como Campeche, possui um dos mais charmosos centros históricos do México. Mesmo sendo pequena, a área história encanta, tanto pelo casario conservado quanto pelas muralhas.

Não é sempre que se pode visitar um centro cercado por muralhas antigas. Elas foram construídas durante 50 anos no século XVII, como forma de deter os ataques dos piratas. A cidade sofreu ameaças desde sua fundação, no século XVI, até o século XVIII.

As muralhas verdadeiramente são pontos turísticos de Campeche. Alguns baluartes são usados como museu ou propiciam uma boa caminhada e belas vistas. O Baluarte de San Francisco é um dos melhores para quem quer caminhar pelas muralhas.

O que fazer em Campeche, México
Puerta de Tierra e vistas do Baluarte de San Francisco

O mais interessante em visitar o Baluarte de San Francisco são as belas vistas da cidade, uma posição privilegiada. Do alto, é possível apreciar as calles e suas casonas e também as igrejas mais importantes da cidade, a Catedral e o Ex Templo de San José. A entrada custa apenas 15 pesos e o baluarte fica perto da Puerta de Tierra.

Nas proximidades da Puerta de Mar, o visitante pode conhecer de graça o pequeno museu sobre a história da cidade no Baluarte de San Carlos. Além da exposição ser interessante, o ar condicionado é potente, um alívio para o calor de Campeche.

Aliás, vale a pena alertá-lo sobre o calor que faz na cidade. A umidade muito alta e o sol forte exigem passear pela manhã. Depois das 10h fica difícil bater perna, por isso há quem prefira almoçar, voltar ao hotel para descansar e só depois sair para turistar.

O que fazer em Campeche, México
Ruas de Campeche, sendo as duas fotos menores referentes à Calle 59

Um lugar ideal para visitar a noite é a Calle 59, que é fechada para veículos e, por isso, repleta de restaurantes e bares, o coração da vida noturna em Campeche. A Calle 59 é bem charmosa, assim como as demais ruas do centro, mas é o local mais caro para jantar. Muitos restaurantes também servem café da manhã (desayuno).

É claro que em uma visita ao Centro Histórico não podemos deixar de recomendar a praça principal, também chamada de Plaza de la Independencia. É lá que fica a Catedral de Nuestra Señora de la Purísima Concepción, toda branca e com torres muito altas. A Catedral fica linda com o pôr do sol.

A Plaza de la Independencia é bem cuidada e muito frequentada pelos locais. Ao redor da praça, o turista vai encontrar o Centro Cultural El Palácio, com seus arcos fotogênicos, e o Museu Casa Nº 6, uma casa com mobiliário antigo. Pena que há poucos cômodos e poucas explicações. A entrada custa 20 pesos.

O que fazer em Campeche, México
Ex Templo de San José e Plaza de la Independencia

Outra atração que não recomendamos é o Jardim Botânico, que é muito pequeno (minúsculo) e ainda é pago (custa 15 pesos).

Há outros monumentos que fazem parte do roteiro sobre o que fazer em Campeche. Nós gostamos muito da bela arquitetura do Ex Templo de San José, com estrutura antiga e fachada decorada com azulejos. Dentro do templo, fica uma casa de artesanatos bem variada.

Outra igrejinha charmosa, porém bem pequena, é a Iglesia de San Francisquito, muitas vezes chamada de Iglesia de San Roque. Também vale a pena visitar a Iglesia de Nuestra Señora del Carmen.

A Mansión Carvajal e o Teatro Francisco de Paula Toro são outras construções que merecem algumas fotos. Mas você deve saber que o Centro Histórico é tão bonito e charmoso que você vai querer tirar fotos de todas as calles e casonas que encontrar pelo caminho.

Quando visitamos o Centro Histórico e nos hospedamos por lá, acabamos descobrindo que poucos locais moram no bairro. Hoje o Centro Histórico é uma área mais comercial de dia e para sair à noite do que um bairro com vida própria. Mesmo assim, o lugar é muito bonito.


Museu da Arquitetura Maia

O que fazer em Campeche, México

O Museu da Arquitetura Maia é um dos melhores museus em Campeche, indispensável para quem vai fazer passeios para os sítios arqueológicos da região. Além disso, o museu está abrigado em um dos baluartes da muralha, no Baluarte de la Soledad, perto da Puerta de Mar.

O nome do museu diz claramente qual é o seu foco, a arquitetura maia, especificamente os estilos arquitetônicos existentes no estado de Campeche. O mais importante e bonito é o estilo Puuc. A arquitetura Puuc é muito rebuscada, com fachadas trabalhadas com máscaras de deuses.

Río Bec é outro estilo arquitetônico abordado no museu. Uma das características mais marcantes é o uso de duas torres nas extremidades.

O estilo Chenes guarda muita semelhança com o estilo Río Bec, porque havia proximidade geográfica. O estilo Chenes se caracteriza por estruturas chamadas de “palácio-pirâmide”. Há também o estilo Norte de Petén.

Nossa visita ao museu se deu também porque estava sendo exposta uma mascara mortuária de jade encontrada na Zona Arqueológica de Calakmul. A máscara era belíssima e havia ótimas explicações históricas.

Além de visitar o museu, o turista pode subir o Baluarte de la Soledad e apreciar as vistas.

Informações práticas – Aberto de terça a domingo, das 8h às 17h. Ingresso adulto 45 pesos. Para mais informações, confira o site oficial.


Malecón de Campeche

O que fazer em Campeche, México

O malecón é a área a beira mar onde os moradores costumam caminhar. Na realidade, as pessoas caminham à noite e bem no final do dia, porque o calor é intenso. Além disso, o pôr do sol visto do malecón é um dos mais bonitos.

Ir a essa região de dia, só bem cedo, especificamente para tirar fotos com o belo letreiro de Campeche. Há também restaurantes de frutos do mar no malecón.


Museu Arqueológico de Campeche no Fuerte de San Miguel

O que fazer em Campeche, México
Fonte: TripAdvisor

O Fuerte de San Miguel é um dos melhores exemplos de arquitetura militar na região, tendo sido construído no último quarto do século XVIII.

Localizado a 5 km do Centro Histórico, o Fuerte de San Miguel fica em uma área mais alta da cidade, o que possibilitava vigiar melhor os mares.

Hoje o forte tem duas funções, além da arquitetura militar e ser um lugar histórico, o Museu Arqueológico de Campeche está abrigado no Fuerte de San Miguel. O foco são peças arqueológicas encontradas no estado, com destaque para as máscaras de Calakmul e objetos funerários.

Sem dúvida, a visita ao Museu Arqueológico de Campeche no Fuerte de San Miguel é um passeio bem completo sobre o que fazer em Campeche, com muita história e belas vistas.

Vale destacar que em 2019, o museu e forte estavam fechados para restauração.

Informações práticas – Aberto de terça a domingo, das 8h30min. às 17h. Ingresso adulto 55 pesos. Para mais informações, confira o site oficial.


Zona Arqueológica de Edzná

O que fazer em Campeche, México
Fonte: TripAdvisor

A Zona Arqueológica de Edzná é o passeio mais imperdível sobre o que fazer em Campeche, porque é perto da capital, fácil de visitar, tem poucos turistas e ainda possui monumentos grandiosos.

Edzná foi uma das cidades mais importantes da parte ocidental da Península de Yucatán e de 400 a 1000 d.C. dominou essa região. Localizada no Valle de Edzná, uma área muito úmida e chuvosa, a cidade possuía um complexo e eficiente sistema de drenagem de água.

Além da desenvolvida engenharia urbana, Edzná se destacou pelos grandes monumentos, muitos ainda hoje presentes no sítio arqueológico. A arquitetura tem influência de vários estilos, como Puuc, Petén e Chenes.

A Plaza Principal é onde fica a maior quantidade de construções. O Edificio de los Cinco Pisos é um dos mais bonitos e grandiosos. Originalmente, essas construções eram decoradas com estuco e pinturas vermelhas. As máscaras dos deuses, os animais importantes e vários símbolos decoram as fachadas.

Além de toda a grandiosidade do sítio arqueológico, o turista deve levar em consideração o fato de ser um local pouco visitado e, portanto, muito tranquilo, ótimo para tirar fotos sem pressa e curtir bastante o passeio. Por isso, não são poucos os viajantes que preferem Edzná a outros sítios mais famosos.

Para chegar a Zona Arqueológica de Edzná não é obrigatório estar de carro, por mais que ele facilite bastante. Da rua Chihuahua, perto do Mercado Pedro Sáinz de Baranda, saem ônibus para Edzná.

Informações práticas – Aberto de segunda a domingo, das 8h às 17h. Ingresso adulto 60 pesos. É de graça para residentes aos domingos. Confira mais informações no site oficial.


Outros passeios a partir de Campeche

O que fazer em Campeche, México
Calakmul. Fonte: TripAdvisor

Há outros passeios que podem ser feitos a partir de Campeche, mas exigem estar de carro e se planejar muito, porque as distâncias são grandes.

O local mais procurado é a Zona Arqueológica e Reserva da Biosfera Calakmul, distante cerca de 300 km da capital. Considerada um dos maiores patrimônios maias no México, Calakmul é enorme e cheio de pirâmides e outras construções maias, todas envoltas por mata.

Dentro da Reserva da Biosfera Calakmul também fica a Zona Arqueológica Río Bec, porém é ainda mais difícil de ser acessada. Já as Ruínas de Becan ficam perto da cidade de Xpujil, sendo muito elogiadas, porém pouco visitadas.


Comida típica de Yucatán

O que fazer em Campeche, México
Pan de Cazón. Fonte: Flickr

Uma viagem ao México sempre inclui muita comida e a Península de Yucatán tem suas peculiaridades. A primeira delas é a grande quantidade de pratos com cazón, que conhecemos como cação. O pan de cazón é o prato típico mais conhecido de Campeche.

Vale a pena experimentar também os pratos com frutos do mar, afinal, a gastronomia da cidade é focada no que vem do mar.

Nós gostamos muito dos panuchos, que são tortilhas fritas, recheadas com feijão e servidas com canção.

Como mencionamos antes, a Calle 59 tem muitos restaurantes e bares, mas é um local mais turístico para jantar.

Para quem busca um restaurante tradicional e sem luxo, o La Parroquia é uma boa opção. Já o La Olla de la Pagoda é um dos restaurantes para almoçar mais conhecidos e baratos.

Esperamos que as dicas sobre o que fazer em Campeche tenham sido úteis! Confira também nosso artigo especial sobre onde ficar em Campeche!

Boa viagem, viajante!

PLANEJAMENTO DE VIAGEM
Reserva de hotéis
RESERVA DE HOTÉIS

Utilize o nosso link do Booking para conseguir as melhores ofertas de hotéis, pousadas e albergues.

O Booking oferece muitas vantagens: preços baixos, cancelamento gratuito de reservas, não é cobrada taxa de reserva e geralmente o pagamento é realizado somente na hora do check-in ou do check-out, na acomodação.

CHECAR LOCALIZAÇÃO

Encontrou um hotel, mas não tem certeza se ele é bem localizado? Tire a dúvida com esta ferramenta gratuita. Ela analisará a localização, de acordo com uma metodologia específica, e atribuirá uma nota.

Vale dizer que a melhor área possível para se hospedar é aquela área agradável, segura, com acesso ao transporte público, restaurantes e próxima aos principais pontos turísticos.

SELETOR DE HOTÉIS

O Seletor de Hotéis é uma ferramenta online, totalmente gratuita, que seleciona os hotéis, hostels, apartamentos, pousadas e hotéis-fazenda mais adequados ao perfil do viajante. Por meio de um método matemático, o Seletor de Hotéis descobre os hotéis perfeitos para você em qualquer cidade do mundo.

A única coisa que o viajante deve fazer é elencar (de 1 a 5) suas prioridades em relação às características dos hotéis. Qual é a ordem de importância das características do hotel para o viajante? Por exemplo: melhor localização, menor preço, maior qualidade, mais reservado e tamanho do hotel.

ALUGUEL DE CARROS

O Rentcars é um comparador de preços para encontrar a melhor tarifa no aluguel de carros em mais de 140 países.

Há várias vantagens em utilizar o serviço: não há cobrança de IOF, você pode realizar parcelamento, são muitas locadoras comparadas e não há cobrança de taxa para emissão da sua reserva.

Além disso, por padrão estão inclusas nas diárias Rentcars: quilometragem livre, proteção básica e as taxas administrativas da locadora.

SEGURO VIAGEM

Tá em dúvida sobre qual seguro viagem comprar? O SegurosPromo é um comparador de seguros viagem que te ajuda a encontrar os melhores preços das principais seguradoras.

Utilize o nosso link para conseguir os preços mais baixos, bem como o cupom de desconto NOMADEDIGITAL5 para ganhar 5% de desconto.

GUIA DE VIAGEM

O Papo Viagem Podcast é um guia de viagem em áudio gratuito sobre vários destinos que conhecemos.

Nós contamos a nossa experiência nas cidades e passamos dicas sobre onde se hospedar, melhor época para viajar, atrações e muito mais.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Receber notificações de
error: Conteúdo protegido.