Serra da Canastra: o que fazer, onde ficar, pontos turísticos!

Descubra as belezas e atrações da Serra da Canastra, em Minas Gerais!

Serra da Canastra: o que fazer, onde ficar e pontos turísticos!

O Parque Nacional da Serra da Canastra é um dos parques nacionais do Brasil que melhor mescla aventura e natureza com a rica cultura de Minas Gerais. Conhecida no Brasil inteiro pelo queijo, a Serra da Canastra é um destino de viagem a conhecer no Brasil.

O Parque Nacional da Serra da Canastra foi criado em 1972 para proteger a nascente do Rio São Francisco e a fauna e flora da região. A Serra da Canastra tem uma natureza única, exatamente por ser uma área de transição entre a Mata Atlântica e o Cerrado.

 

O que fazer na Serra da Canastra

Serra da Canastra: o que fazer, onde ficar e pontos turísticos!

Cachoeira Casca D’Anta

A Serra da Canastra se destaca por dois tipos de turismo: o turismo de aventura e o turismo gastronômico. Na maioria das vezes, os visitantes procuram as atividades tanto de aventura/ecoturismo, quanto a gastronomia da região.

Quando se fala em natureza e aventura na Serra da Canastra, as cachoeiras, piscinas naturais e as nascentes são o grande destaque. Há aproximadamente 10 cachoeiras no parque, sendo as mais conhecidas a Cachoeira Casca D’Anta, Cachoeira do Cerradão e a Cachoeira da Parida, entre outras.

Serra da Canastra: o que fazer, onde ficar e pontos turísticos!

Flores na primavera

Sem sombra de dúvidas, o cartão-postal da Serra da Canastra (além do queijo) é a Cachoeira Casca D’Anta, com 186 metros de altura, sendo a queda d’água mais alta do Rio São Francisco.

Para conhecer a Cachoeira Casca D’Anta, o visitante deve entrar pela parte baixa do Parque Nacional. Vale esclarecer que o Parque é dividido em duas partes: a alta e a baixa. Para conhecer os principais pontos turísticos da Serra da Canastra, a cidade de São Roque de Minas é a melhor entrada para o parque.

Aliás, é em São Roque de Minas que fica o distrito de São José do Barreiro, entrada para visitar a Cachoeira Casca D’Anta. A partir da entrada no parque (mediante o pagamento de uma pequena taxa), é fácil chegar à cachoeira, apenas 30 minutos de caminha leve.

Serra da Canastra: o que fazer, onde ficar e pontos turísticos!

A beleza da Cachoeira Casca D’Anta é deslumbrante, com áreas de piscinas naturais para se banhar. Para quem deseja conhecer mais piscinas naturais, basta visitar a Fazenda do Tio Zezico, no caminho para o Morro do Carvão.

Com entrada super barata, a Fazenda do Tio Zezico é imperdível nos dias de calorão. Imperdível também é a vista a partir do Morro do Carvão, que é fácil de chegar nos dias secos.

Vale ressaltar, que a parte baixa do Parque Nacional pode ser conhecida com carro comum. Contudo, a parte alta necessita de carros mais fortes, como carro 4X4. Mas caso você não esteja com o carro adequado, principalmente se tiver chovido, as pousadas e agências oferecem passeios.

Serra da Canastra: o que fazer, onde ficar e pontos turísticos!

Rio São Francisco

Na parte alta da Serra da Canastra, o grande destaque é a nascente do Rio São Francisco, um dos rios mais importantes do Brasil, que nasce em Minas Gerais e desagua em Sergipe.

Além da nascente do Rio São Francisco, há diversas cachoeiras, trilhas para avistar a flora e a fauna da região. É claro que depois de tanta aventura, a rota do queijo não poderia ficar de fora.

As fazendas produtoras de queijo mais conhecidas são Sítio do Zé Mario e a Fazenda Agro Serra. Nessas fazendas, o preço do queijo é super em conta, com opção de queijo curado, meia-cura ou frescos. Não perca essa oportunidade!

 

Quando visitar a Serra da Canastra

Serra da Canastra: o que fazer, onde ficar e pontos turísticos!

Todas as belezas e atrações da Serra da Canastra mostradas acima são melhor aproveitadas quando se viaja na época seca, entre abril e setembro. Evite visitar o Parque Nacional de novembro a março, porque é a época das chuvas e a estrada fica horrível dentro do parque.

Normalmente, há dúvidas sobre quantos dias ficar na Serra da Canastra. Pelo menos dois dias inteiros são necessários, afinal há muitas atrações na parte baixa e atrações na parte alta. Então, um dia para cada parte do parque é o mínimo necessário.

 

Onde ficar na Serra da Canastra

Serra da Canastra: o que fazer, onde ficar e pontos turísticos!

Tamanduá

O Parque Nacional fica próximo de várias cidades, como Vargem Bonita e São Roque de Minas. Hospedar-se em São Roque de Minas ou em Vargem Bonita é bom porque você ficará perto das atrações do parque, facilitando os deslocamentos.

As pousadas Fazendinha da Canastra (Vargem Bonita) e Estância Macaúbas (São Roque de Minas) são as melhores, porque ficam dentro do Parque Nacional, uma perto da outra, na divisa entre os municípios. Também há o Hotel Chapadão da Canastra, mas fica fora do parque.

 

Se você reservar sua hospedagem pelos links no post ou pelo banner no site, você ajuda o Guia do Nômade Digital, mas não paga nenhum centavo a mais por isso. Muito obrigada!

Fonte das imagens: TripAdvisor

 

Gostou desse lindo Parque Nacional? Então, confira outros parques nacionais aqui!

Boa viagem, Viajante!

[P.S: não se esqueça de reservar o seu hotel pelo nosso link do Booking. Você não paga nada a mais pela sua hospedagem e ainda ajuda o site. Obrigado!]

Posts que você deve ver também!

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Receber notificações de
avatar
wpDiscuz
error: Conteúdo protegido.