Dolmus: a melhor forma de se deslocar na Turquia

Conheça as peculiaridades e as vantagens de se descolar na Turquia usando o dolmus!

Dolmus: a melhor forma de se deslocar na Turquia

Os viajantes econômicos e independentes precisam muito do transporte público. Nas cidades grandes, não há dificuldade em usar o mesmo transporte que os moradores, mesmo que a oferta seja pequena. E nas cidades pequenas? Cidades pequenas podem ser um problema quando se fala em transporte público, menos na Turquia.

Na Turquia, há o transporte público por meio do dolmus, um micro-ônibus que funciona como um taxi compartilhado, mas que muitas vezes possui um trajeto fixo, principalmente em cidades pequenas. O sistema de dolmus parece desorganizado, mas não é. Não fique com medo de usar o dolmus, por que é seguro e quebra um galho nos lugares com poucos ônibus ou quando você não sabe qual ônibus pegar.

 

Como usar o dolmus?

Primeiramente, você deve sempre saber qual o nome correto do seu destino, em turco. Os dolmus vão buzinar para você ou basta ficar esperando perto de placas com a letra D ou na calçada mesmo. Pergunte ao motorista se vai para o seu destino, se a linha for a correta, haverá uma tabela com preços. Na dúvida, veja como os locais procedem no pagamento da passagem, mesmo acredito ser difícil o motorista passar a perna em você.

Além disso, é recomendado pagar a passagem assim que entrar. Se seu ponto for muito longe, no meio da viagem pode ser uma ótima hora para pagar. A tarifa é pequena, como nos ônibus, mas você pode pegar o dolmus em qualquer lugar e saltar em qualquer lugar, como nos taxis. Obviamente, por ser um meio de transporte simples, a tarifa é fixa, não tente negociar.

Não há horários definidos, mas os dolmus passam com muita frequência. No litoral turco, os dolmus tem praticamente um roteiro definido e ajudam qualquer turista a turistar bastante pagando pouco.

 

Transporte público mais barato da Turquia

Dolmuş: a melhor forma de se deslocar na Turquia

Fethiye

Utilizar os dolmus é uma forma de economizar nos trajetos. É difícil o trajeto que custa mais de 3 TL, liras turcas. Apenas uma vez pagamos mais do que 3 TL, mas era para conhecer a praia acima, pelo menos 20 quilômetros distante da nossa hospedagem.

Nossa primeira experiência com o dolmus foi em Istambul, quando nenhum ônibus passava, os micro-ônibus estavam aos montes. Ficamos com medo de não regularizado, mas depois entendemos como funcionava e só havia locais junto conosco. Depois dessa vez, esse meio de transporte entrou na nossa viagem para valer, seja em Antália, Fethiye, Bodrum ou Çesme, e conseguimos economizar bastante e nos deslocar com facilidade.

 

Gostou das dicas sobre essa forma tão turca de se deslocar? Então, curta o site e este post!

Boa Viagem, Viajantes :)

 

[P.S: não se esqueça de reservar o seu hotel pelo nosso link do Booking. Você não paga nada a mais pela sua hospedagem e ainda ajuda o site. Obrigado!]

Posts que você deve ver também!

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Receber notificações de
avatar
wpDiscuz
error: Conteúdo protegido.