O que fazer em Madri: Visite museus renomados!

Confira dicas e sugestões sobre museus renomados e saiba o que fazer em Madri!

Passar uma tarde em um museu é sempre enriquecedor, pois nunca sairemos do jeito que entramos.  Algo novo está em nós, é o conhecimento adquirido. Em Madri, esse processo de aprendizagem é ainda mais rico, pois essa cidade dispõe de importantes museus mundiais e, por isso, responder a pergunta “o que fazer em Madri?” deve passar necessariamente pelos museus. Confira!

 

Museu Nacional do Prado

O que visitar em Madri? Um guia de viagem eficaz

O Museu do Prado é o mais conhecido entre os museus de Madri. É lá que estão importantes obras de Velázquez, Goya, El Greco e Roger Van Der Weyden. O Museu do Prado é muito grande, assim, você precisa de pelo menos duas horas para conhecer as obras e, mesmo assim, não será o bastante.

O que o Guia do Nômade Digital mais gostou foi do quadro de Goya “Três de Maio de 1808”, pois possui uma força própria, que se liga a história dos madrilenos resistindo à investida francesa comandada por Napoleão.

Contudo, apesar do destaque de Goya, o quadro mais conhecido e aclamado pelos visitantes é “As Meninas” de Velázquez. Realmente é um quadro belo, mas há muitos outros no museu, principalmente religiosos, relacionados com a nobreza e a pintura clássica.

Confira mais informações sobre o Museu do Prado aqui, não se esqueça de que há gratuidade após as 18h todos os dias, domingos e feridos após as 17h, mas há filas.

 

Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofía

O que fazer em Madri: Visite museus renomados!

O Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofía é parada obrigatória para apreciar a arte contemporânea, principalmente os quadros de Picasso, como Guernica, Salvador Dalí e Joan Miró, além de muitos outros. Depois de conhecer os quadros clássicos do Museu do Prado, nada melhor que mudar um pouco.

Confira algumas informações práticas no site do Museu Reina Sofia. Vale ressaltar que a entrada é grátis no domingo, após as 13h30min.

 

Museu Thyssen-Bornemisza

Considerado um dos três principais museus de Madri, juntamente com o Museu do Prado e o Reina Sofía, o Museu Thyssen-Bornemisza é fruto da paixão pela arte do Barão Hans Heinrich Thyssen-Bornemisza. Em 1992, a coleção do Barão passa a ser exposta e, atualmente, o museu já conta com mais muitas obras importantes.

O Museu Thyssen-Bornemisza possui uma mescla variada de pinturas, desde o século XIII até a atualidade, com destaque o Renascimento, Barroco, Rococó, Romantismo e as artes do século XIX e XX. Particularmente, há muitos quadros belos do Impressionismo, com destaque para Degas, Monet e Van Gogh.

Saiba todas as informações para visitar o Museu Thyssen-Bornemisza clicando aqui.

 

Museu Sorolla

O pintor Joaquín Sorolla Bastida é o foco do Museu Sorolla em Madri. Além da obra conhecida desse pintor, há quadros de caráter pessoal, que nunca foram destinados a venda. Vale ressaltar que o Museu Sorolla possui o mobiliário da época do pintor, além de esculturas e outras artes decorativas.

Saiba mais sobre o Museu Sorolla clicando aqui.

 

Museu Arqueológico Nacional

O que fazer em Madri: Visite museus renomados!

O Museu Arqueológico Nacional é um grande museu com peças variadas das mais diversas épocas históricas, todas elas relacionadas com a história da Espanha.

O museu possui três andares para contar em detalhes a história espanhola desde a pré-história até a atualidade, trazendo também lindas peças mais recentes, como peças em ouro, árabes e em porcelana do século XIX.

Quando fomos ao Museu Arqueológico Nacional, havia uma seção especial sobre a história da moeda, vale conferir.

Para mais informações, clique aqui.

 

Palácio Real de Madri

O que visitar em Madri? Um guia de viagem eficaz

Responder a pergunta “o que fazer em Madri?” deve também passar por conhecer o Palácio Real de Madri, que é uma construção grandiosa de meados do século XVIII.

Os detalhes do interior do Palácio chamam a atenção e é fruto da ambição do rei Carlos III, que contratou pintores estrangeiros para deixar a residência luxuosa, o que você notará em cada sala que visitar. Contudo, houve muitas modificações no século XIX, por isso o estilo neoclássico abunda.

O mais nos chamou a atenção foi a coleção de quadros, a coroa real e os violinos com mais de 300 anos, além de uma impressionante igreja forrada de ouro. Além disso, procure pela entrada da Armería, próximo ao jardim. Lá há armas e armaduras com mais de 500 anos de história.

Para mais informações sobre horários e preços, entre no site do Patrimônio Nacional e saiba quais horários brasileiros e todos os ibero-americanos podem entrar de graça no Palácio Real.

 

Gostou do post sobre o que fazer em Madri? Então, curta o site!

Boa Viagem Nômade Digital 🙂

 

Posts que você deve ver também!

Deixe seu comentário!

comentários

error: Conteúdo protegido.